terça-feira, 6 de junho de 2017

Paineira - Chorisia Speciosa




A Paineira é uma árvore tropical que pode atingir 20 metros de altura, com uma floração intensa de flores solitárias cuja coloração vai de rosa a arroxeada, existindo também de cor branca.


O tronco das paineiras é cinzento-esverdeado com estrias fotossintéticas, tendo boa capacidade de sintetizar clorofila (fazer fotossíntese), isto auxilia o crescimento mesmo quando a árvore está despida de folhas, é comum, também, as paineiras apresentarem uma espécie de alargamento na base do caule, daí o apelido "barriguda".



Os frutos são cápsulas verdes bastantes grandes, que, quando maduras, rebentam (deiscentes), expondo as sementes envoltas em fibras finas e brancas que auxiliam na flutuação e que são chamadas paina.


Cada fruto produz, em média, 120 sementes marrom-escuras a pretas, pequenas, achatadas, redondas, envoltas pela paina, muito leves, elásticos e lustrosos.

As folhas são compostas palmadas e caem  na época da floração. As flores são grandes, com cinco pétalas rosadas com pintas vermelhas e bordas brancas.

Cultivo: Deve ser cultivada em solos férteis



Regas: Regulares

Luz e Temperatura: Sol pleno. Tolera o frio, desde que não seja muito intenso.



Reprodução/ Propagação : Sementes. Pode multiplicar-se por estacas, embora mais raramente, sendo este método empregado em regiões muito frias.

Floração:: Início do verão e permanecem floridas até abril.



A paineira-rosa é uma planta excelente para o paisagismo de grandes espaços, como parques e jardins públicos, devido ao seu rápido crescimento e beleza.

Fontes e Fotos : “Wikipedia”; ”jardineiro.net”; “Floresnaweb”; “portalmundodasflores”; outros NET



"Ilumine a sua vida com a delicadeza das flores" (autor desconhecido)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo