sábado, 7 de março de 2015

Preservar a Natureza é Fundamental - POUPAR ÁGUA


A Natureza está em perigo, devido à falta de sensibilidade do homem. Se queremos preservar o nosso planeta, cabe a cada um de nós, fazer a sua parte no dia-a-dia, agindo e informando sobre a importância de evitar o desperdício de água, energia, combustível, papel, alimentos e outros recursos, além de incentivar a redução do lixo, o reaproveitamento e fazendo uma escolha selectiva e um consumo responsável.



Hoje vou dar algumas dicas que não só ajudam a Mãe Natureza, como também são importantes para o nosso orçamento familiar. Como este tema, é para mim de grande importância e eu gosto de dar o máximo de informação possível, vou faseá-lo começando por falar, na importância de preservar e poupar a ÁGUA.


A água, é um bem inestimável que a natureza nos oferece e é talvez o recurso natural mais importante que temos, ela é essencial à vida!



Apesar de a água ser o composto mais abundante do Planeta, mais de 92% da água existente na terra é salgada (oceanos e mares), e apenas cerca de 4% da água é potável e esta percentagem tende a diminuir à medida que aumenta a poluição e a população.



A água é utilizada em praticamente todas as actividades humanas e é indispensável à sobrevivência de todos os seres vivos. Diariamente usamos a água nas mais diversas actividades na nossa higiene pessoal, para beber, para cozinhar, regar, nas indústrias e na agricultura, para fins públicos como escolas e hospitais, enfim a água está sempre presente no nosso quotidiano.
O nível de vida actual exige cada vez mais consumo de água e dado que a água é um recurso esgotável e, no entanto, vital para a sobrevivência de todos os seres vivos, é fundamental o correcto uso da mesma e temos a obrigação de fazer tudo o que estiver ao nosso alcance, para PRESERVAR este bem tão precioso.



Dicas para Poupar Água e dinheiro

Em casa (geral)

- Feche sempre bem as torneiras e verifique regularmente o estado de conservação das mesmas. Chame um canalizador caso as torneiras não parem de pingar ou se verificar a existência de uma rotura. Uma torneira a pingar pode gastar 10 a 15 litros de água por dia.
- Utilize torneiras de regulação do fluxo de água ou instale dispositivos de redução de caudal.
- Verifique o isolamento térmico do sistema de distribuição de água quente. Evita o desperdício de água e de energia enquanto espera que a água aqueça.
- Faça uma leitura regular do contador e da factura da água para controlar os seus gastos.
- Feche a torneira de segurança do contador sempre que se ausentar mais de 2 dias de casa.

Na cozinha
- Aquando da aquisição de uma máquina de lavar louça ou roupa, tenha em conta a eficiência da mesma em termos de consumo de água.
- Opte por usar programas económicos.
- Use as máquinas de lavar roupa e louça apenas quando estiverem cheias.
- Use os horários económicos para poupar dinheiro em electricidade (madrugadas ou fins de semana).
- Use a programação para meia carga quando não tiver a máquina de lavar roupa cheia.
- Sempre que possível (e se a sua máquina da loiça permitir) passe a fase de secagem da loiça. No Verão por exemplo, é uma das alturas indicadas.
- Faça a manutenção correcta da máquina de lavar loiça (limpeza dos filtros, acumulação de comida nas saidas). Veja no manual de instruções do fabricante, as operações aconselhadas para a limpeza.
- Não passe a louça por água antes de a colocar na máquina. Caso seja necessário coloque-a de “molho” ou limpe-a com papel antes da lavagem.
- Lavar a loiça à mão com água sempre a correr gasta mais do que lavar a loiça na máquina. Não deixe a água a correr continuamente.
- Se tiver de lavar loiça à mão então faça-o de uma só vez. Junte a loiça toda e lave no final do dia, porque poupa água e gás enquanto espera pelo aquecimento da água.

Na Casa de Banho
- Evite fazer descargas desnecessárias. Cada descarga gasta cerca de 10 litros de água.
- Mantenha o autoclismo sem fugas. Um autoclismo com fuga pode gastar até 400 litros de água por dia.
- Uma maneira bem simples de poupar água nas descargas é colocando uma garrafa cheia de água dentro do autoclismo. Por exemplo, se colocarmos uma garrafa de 1,5L (um litro e meio), pouparemos 1,5L de água por cada descarga.
- O caudal de uma torneira é de 11 a 19 litros de água por minuto. Instale um compressor redutor de caudal e poderá reduzir o consumo em 50%.
- Quando se está a lavar, feche a torneira enquanto se ensaboa.
- Prefira os banhos de chuveiro aos banhos de imersão. Um duche normal consome 35 litros em 5 minutos, enquanto um banho de imersão 80 litros.
- Feche a torneira enquanto lava os dentes ou faz a barba. Uma torneira a correr pode consumir 5 a 10 litros de água por minuto.


No exterior
- Regue as plantas da casa com a água recuperada da chuva ou com a que sobra na panela depois de alguém ferver ou aquecer vegetais. Esta será mais rica em nutrientes, embora seja necessário deixá-la arrefecer antes da rega.
- Opte por regar os jardins nas horas de menor calor. Evita assim a maior evaporação de água que acontece nas horas mais quentes, reduzindo o número de vezes necessárias de rega das plantas.
- Cubra a terra do jardim ou dos vasos com casca de pinheiro ou outros materiais (mulch). Diminui o contacto directo do solo com a luz solar, conservando a humidade da terra.
- Plante árvores que façam sombra no Verão, reduz a evaporação das plantas protegidas pela sombra.
- Equipe as mangueiras com uma torneira de fecho automático.
- Durante a lavagem do carro feche a água enquanto o ensaboa. Evite o uso da mangueira, utilizando balde e esponja.
- Quando detectar uma fuga de água na rede de abastecimento público contacte a entidade gestora para que seja rapidamente resolvida.

Fontes: wikipedia; Naturlink, Deco, EPAL, textos diversos


"A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, a sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento, para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração de qualidade das reservas actualmente disponíveis."

segunda-feira, 2 de março de 2015

Preservar a Natureza é Fundamental - RECICLAGEM


A Natureza está em perigo, devido à falta de sensibilidade do homem.



 Se queremos preservar o nosso planeta, cabe a cada um de nós, fazer a sua parte no dia-a-dia, agindo e informando sobre a importância de evitar o desperdício de água, energia, combustível, papel, alimentos e outros recursos, além de incentivar a redução do lixo, o reaproveitamento e fazendo uma escolha selectiva e um consumo responsável.


Foto: Net

Falei anteriormente sobre como cada um de nós pode contribuir, para um Planeta mais saudável e ao mesmo tempo poupar dinheiro, apenas sendo necessário uma mudança de comportamentos, que se traduzem em pequenos gestos no dia-a-dia, evitando o desperdício de Água e Energia. Hoje vou falar sobre a importância da



O conceito de reciclar é transformar objectos usados em produtos novos, possibilitando a preservação do meio ambiente e o favorecimento de um desenvolvimento económico.

Foto: Net

Hoje vivemos numa época em que a maioria dos produtos são descartáveis, ou seja, as embalagens ou produtos utilizados têm uma duração de vida muito curta, são de usar e deitar fora. Diariamente, cada um de nós é responsável pela produção de cerca de 1,3 kg de resíduos. No final de um ano são quase 500 kg, somando toda a produção mundial os números tornam-se assustadores. Isto mostra sem sombra de dúvida, que um dos maiores problemas ambientais enfrentados na actualidade é o que fazer com o lixo.



Foto: Net
O lixo contribui para a poluição visual, do ar, do solo e da água. Indirectamente pode atingir o ser humano através de doenças transmitidas por pragas, insectos ou animais cuja cadeia alimenta se faz no lixo.

As preocupações com a qualidade de vida no nosso planeta e a escassez de recursos naturais provocam a consciencialização de melhor aproveitamento dos resíduos sólidos, urbanos e a redução do material depositado nos aterros sanitários.


Foto: Net

CURIOSIDADES
SABE QUAL O TEMPO DE DECOMPOSIÇÃO DE?






Teoricamente todo lixo produzido pode ser reutilizado ou reciclado, somente alguns produtos ficam fora do processo por questões de segurança ou dificuldade de manuseio.

A Reciclagem é um termo originalmente utilizado para indicar o reaproveitamento (ou a reutilização) de um material no mesmo processo em que, por alguma razão foi rejeitado. A reciclagem permite uma diminuição no impacto ambiental, já que limita a a extracção de matéria prima na natureza, permite um menor consumo de energia, menos lixeiras e incineradoras e uma redução da poluição.



CURIOSIDADES DA RECICLAGEM

- A incineração de 10 mil toneladas de resíduos pode criar apenas um emprego, enquanto a reciclagem da mesma quantidade pode proporcionar a ocupação de 40 pessoas.

- A energia poupada pela reciclagem de uma garrafa de vidro é suficiente para manter acesa uma lâmpada de 100 watts durante 4 horas.

- Quando se inclui vidro de embalagens usadas na fusão das matérias-primas que entram no fabrico do vidro poupa-se combustível, pois há menos matéria para fundir.

- Por cada tonelada de vidro usado incluída no fabrico de vidro poupam-se 1,2 toneladas de matérias-primas originais.

- Uma tonelada de papel reciclado evita o abate de 15 a 20 árvores.

- A produção de papel reciclado permite poupar água necessária na produção de papel e diminuir o corte de árvores, contribuindo assim para uma floresta sustentável.

- A produção de papel reciclado consome 2 a 3 vezes menos energia que a produção de papel a partir da fibra vegetal.

- Que uma única pilha contamina o solo por 50 anos?

DICAS DE RECICLAGEM: reduzir, reaproveitar e reciclar



1. Reciclar o vidro. Calcula-se que a reciclagem de 1 tonelada de vidro poupa 65% da energia necessária à produção da mesma quantidade.

2. Ser económico: poupar papel, usando o outro lado para tomar notas ou fazer rascunhos. Um terço do consumo de papel destina-se a embalagens. E alguns têm um período de uso inferior a 30 segundos.

3. Reutilizar o papel de embrulho das prendas.

4. Dar prendas úteis. Procurar descobrir o que os familiares estão precisando ou querendo comprar na ocasião.

5. Preferir consertar a substituir objectos.

6. Regular o carro para poupar combustível. Usar gasolina sem chumbo.

7. Sempre que possível, reduzir o uso do carro. Para pequenas distâncias, ir a pé. Partilhar o carro com outras pessoas e sempre que for possível optar pelos transportes públicos.

8. As fotocopiadoras e as impressoras a laser utilizam cassetes de toner de plástico, que frequentemente têm de ser substituídas. Contactar uma empresa que recicle esse plástico ou que o use novamente.

9. Doar roupas, brinquedos, livros e outros objectos que não tem mais utilidade para nós, mas que podem ser úteis para outra pessoa.

10. Se levar sacos de supermercado para casa, reutilize-os como sacos de lixo, mas use com bastante moderação pois a decomposição leva 100 anos.

11. Antes de sair de casa, fazer uma lista do que é preciso comprar., evitando compras por impulso Comprar somente a quantidade que se vai consumir não enchendo a casa de tralhas.

12. No escritório, usar somente 1 copo de plástico por dia ou trazer uma caneca de casa.

COMO SEPARAR O LIXO



- O primeiro passo é separar as embalagens usadas por tipo de material e prepará-las para a sua colocação em ecopontos ou ecocentros.

- Para evitar mau cheiro em casa, passar por água algumas embalagens.

- Sempre que possível, devem espalmar-se as embalagens para reduzir o espaço.

- É importante retirar as rolhas e as tampas sempre que são feitas de outros materiais, diferentes da embalagem em si.

- Depositar também no ecoponto o saco que se utilizou para transportar as embalagens.


A maior parte dos resíduos que nós produzimos são reaproveitáveis através da reciclagem. Após a separação do lixo doméstico este deve ser depositado nos Ecopontos. Para facilitar a colocação correcta dos materiais nos diferentes contentores do Ecoponto, foi criado um padrão internacional de cores para os resíduos recicláveis.

Os ecopontos podem ser das seguintes cores: amarelo, azul, verde, vermelho, roxo, castanho, cinzento, branco, laranja e preto.


As embalagens de madeira, por se tratarem de embalagens menos frequentes, apenas podem ser depositadas nos ecocentros.




Quando levarmos os resíduos ao Ecoponto, devemos colocar os objectos um a um no respectivo contentor. A separação objecto a objecto facilita as tarefas que se efectuam de posteriormente na Estação de Triagem.

Se for mantida a produção actual de lixo, em poucos anos não haverá mais local onde colocar tanto lixo!

A solução é a reciclagem, porém o primeiro passo é reduzir a quantidade de lixo produzido por cada um de nós, reutilizar tudo o que pudermos e então reciclar.

Fontes: "wikipedia"; "www.deco.proteste.pt"; "abcdoambiente"; pelanatureza.pt";  "planetasustentavel.abril.com.br/";  outros

Reciclar é, mais do que uma atitude de cidadania e um bom hábito, significa também que estamos a proteger o ambiente e a pensar num futuro com qualidade.



Reduzir, Reutilizar e Reciclar deverão ser palavras chave no quotidiano de todos nós!
Topo