29/12/2020

Buganvílias - Flores encantadoras




Flores lindas para encantar o nosso olhar

Buganvílias




Buganvílias

Buganvílias

Buganvílias

Buganvílias

Buganvílias

Buganvílias

Buganvílias

Buganvílias


Fotos: Pessoais

Ler o post completo

19/12/2020

🍄 Sempre a encantar o meu olhar - Cogumelos




Encontrei-os no meu arquivo de fotografias e decidi partilhar aqui.

Cogumelos












A natureza é extraordinária!

Ler o post completo

10/12/2020

Plantas Carnívoras




Plantas carnívoras são espécies de vegetais, com a habilidade de atrair, capturar, matar e digerir, pequenos animais, incluindo insetos (as principais presas), aracnídeos e até mesmo anfíbios, répteis e aves.

Habitam geralmente solos pobres, encharcados e ácidos (baixo pH) com pouca quantidade de nitratos, que são fundamentais para síntese de clorofila, dependendo assim do nitrogênio contido nas proteínas dos animais. Charles Darwin escreveu plantas insetívoras, o primeiro tratado conhecido sobre plantas carnívoras, em 1875.


Foto: wikipedia_Andreas+Eils


Existe mais de 500 espécies de plantas carnívoras distribuídas no mundo todo com excepção da Antártida. São encontradas em diversas regiões desde áreas quentes e florestas tropicais húmidas, e até mesmo em locais inóspitos como o Alasca, Escandinávia, deserto australiano e nas tundras gélidas da Sibéria.


Foto: wikipedia_NoahElhardt


Existem quatro famílias principais de plantas carnívoras: Nepenthaceae, Sarraceniaceae, Droseraceae e Lentibulariaceae. São extremamente distintas entre si com respeito às estruturas reprodutivas, o que indica que podem ter evoluído paralelamente, e que sua habilidade de capturar e digerir seja uma convergência evolutiva. Entretanto, algumas estratégias de captura são similares, como nos animais.

Vamos conhecer algumas destas incríveis plantas!

Nepenthes lowii
É uma planta tropical em forma de jarro endêmica de Bornéu. A Nepenthes lowii foi descoberta em março 1851 pelo naturalista Hugh Low durante a sua primeira subida do Monte Kinabalu.


Foto: wikipedia_Jeremiahs


Darlingtonia_californica
Darlingtonia californica, também chamada de planta de jarro da Califórnia, lírio cobra, ou planta cobra, é uma espécie de planta carnívora, o único membro do gênero Darlingtonia na familia Sarraceniaceae. É nativa do norte da Califórnia e Oregon, crescendo nos pântanos eonde existe água corrente fria. O nome "lírio cobra" decorre da semelhança de suas folhas tubulares com uma cobra em elevação, com uma folha bifurcada que se assemelha às presas ou língua de uma serpente. A planta foi descoberta em 1841 pelo botânico William D. Brackenridge no Monte Shasta. Em 1853 foi descrita por John Torrey, que nomeou o gênero Darlingtonia após a Filadélfia botânico William Darlington (1782-1863).


Foto: Wikipedia_ Noah Elhardt

A Nepenthes attenboroughii
É uma espécie de planta carnívora que mede até 1,5 m de altura, descoberta na região central das Filipinas. está entre as maiores plantas carnívoras conhecidas e produz armadilhas espetaculares, capazes de aprisionar não apenas insetos, mas também roedores do tamanho de ratos.


Foto: wikipediA_Dr.Alastair+Robinson


Drosera capensis
É uma pequena espécie carnívora em roseta de formação de perene, nativa do Cabo na África do Sul.


Foto: wikipedia_Noah


Venus flytrap
Esta planta carnívora é encontrada em ambientes pobres de azoto e fósforo, como pântanos e savanas molhadas. De pequena estatura e crescimento lento, a planta carnívora tolera bem o fogo, e depende de queimadas periódicas para suprimir a sua concorrência.


Foto: Wikipedia_Noah Elhardt

Red terrestrial Pitcher Plants
Em botânica, o nome dado às plantas, em que as folhas são em forma de jarro. A planta geralmente entendida por este nome é Nepenthes, um gênero que contém cerca de sessenta espécies. São nativas da Ásia tropical, Austrália e do norte (uma só) de Madagascar. São plantas arbustivas que escalam sobre a vegetação circundante.


Foto: Pinterest

Fontes e Fotos: Wikipedia; Pinterest;  http://www.carnivorousplants.org/; outros net.

Ler o post completo

28/11/2020

Rosas para Alegrar o nosso olhar





Para dar mais cor e brilho aos dias cinzentos e levar o nosso pensamento, a divagar pela beleza que nos rodeia, deixo ...


ROSAS - Maravilhas da Natureza








"É acreditando nas rosas que as fazemos desabrochar." ( Anatole France )






"Qualquer um pode amar uma rosa, mas é preciso um grande coração para incluir os espinhos." Clarice Lispector






"Para as rosas, escreveu alguém, o jardineiro é eterno." ( Machado de Assis )







"Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho. Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!" ( Machado de Assis )






"Os homens cultivam cinco mil rosas num mesmo jardim e não encontram o que procuram. E, no entanto, o que eles buscam poderia ser achado numa só rosa." Antoine de Saint-Exupéry 

Fotos: Pessoais

Ler o post completo

23/11/2020

O incrível Monstro-de-gila




Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre o:

Monstro-de-gila


O monstro-de-gila (Heloderma suspectum) é um lagarto peçonhento da família dos helodermatídeos

Classe: Reptilia
Ordem: Sauria
Família: Helodermatidae




Habita no Sudoeste da América do Norte e no noroeste do México, em regiões desérticas. Durante os meses mais frios, hibernam, exibem hábitos noturnos nos meses mais quentes e, na restante parte do ano, ficam ativos durante o dia.

Pode medir até 60 cm de comprimento, o que faz dele o maior lagarto norte-americano. É um lagarto venenoso. Os monstros-de-gila inoculam a sua peçonha com os dentes da mandíbula, dois grandes incisivos muito afiados, mordendo a presa e não a largando para que as neurotoxinas entrem na ferida.

A sua dieta alimentar vai desde aves, outros lagartos, pequenos roedores e ovos.

Move-se lentamente, usando a língua para sentir cheiros deixados na areia e capturar as suas presas. São animais gregários; vivem em bandos organizados hierarquicamente (existe sempre um macho dominante e uma fêmea dominante).

Devido à destruição do seu habitat e à sua captura ilegal, está considerado pela União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN), como uma espécie quase ameaçada.




Texto explicativo: Wikipedia
Fotos: Pessoais de visita ao Jardim Zoológico de Lisboa


Ler o post completo
Topo