terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Jardin du Luxembourg




O Jardin du Luxembourg, é o segundo maior parque público em Paris, tendo 224.500 m². Pertence atualmente ao Senado da França, que está sediado no famoso Palácio do Luxemburgo.


Foto: wikipedia_Thesupermat


Em 1611, Maria de Médicis, viúva de Henrique IV e regente para o rei Luís XIII decidiu construir uma réplica do Palácio Pitti da sua terra natal, Florença. Comprou o Hotel du Luxembourg ( hoje o palácio Petit- Luxemburgo) e iniciou a construção do novo palácio. Encomendou a obra a Salomon de Brosse. Em 1612 plantou 2.000 ulmeiros, e dirigiu uma série de jardineiros, principalmente Tommaso Francini, para construir um parque no estilo que ela tinha conhecido quando era criança, em Florença.

Foto: wikipedia_Jean-Alexis


Francini planeou dois terraços com balaustradas e canteiros estabelecidos ao longo o eixo do castelo, alinhados em torno de uma bacia circular. Ele também construiu a Fonte de Medici , a leste do palácio com uma gruta artificial.


Foto: wikipedia_Francis Bourgouin


O jardim original tinha apenas oito hectares de tamanho. Em 1630 ela comprou mais terras e ampliou o jardim para trinta hectares. Confiou a obra de Jacques Boyceau de la Barauderie.


Foto: wikipedia_Remi Jouan


Os monarcas posteriores negligenciaram o jardim. Em 1780, o Conde de Provença, futuro Luís XVIII, vendeu a parte oriental do jardim para o desenvolvimento imobiliário. Após a Revolução Francesa, no entanto, os líderes do Diretório francês ampliaram o jardim em quarenta hectares, por confiscação de terras à ordem religiosa vizinha. O arquiteto Jean Chalgrin, (o arquiteto do Arco do Triunfo), assumiu a tarefa de restaurar o jardim. Ele refez a Fonte de Medici, preservou o famoso “pepiniere”, ou viveiro da ordem dos Cartuxos, as velhas vinhas, e manteve o jardim em estilo francês formal.

Foto: wikipedia_Kmlz


Durante e depois da Monarquia de Julho de 1848, o parque tornou-se o lar de uma grande população de estátuas, primeiro de Rainhas e mulheres famosas da França, alinhadas ao longo dos terraços, em seguida, em 1880 e 1890, com monumentos a escritores e artistas.


Foto: wikipedia_Nicki Dugan

Em 1865, durante a reconstrução de Paris por Luís Napoleão, a rue de l' Abbé de l' Epée, ( agora rue Auguste -Comte ) foi prorrogado para o parque, cortando cerca de quinze hectares, incluindo o antigo viveiro do jardim. Com a construção de novas avenidas também foi necessário deslocar e reconstruir a Fonte de Medici para a sua actual localização. Durante essa reconstrução, o diretor de parques e avenidas de Paris, Gabriel Davioud, construiu novos portões ornamentais e cercas em torno do parque, bem como casas de jardim. Também transformou o que restava do antigo viveiro Chartreux, na extremidade sul do parque, num jardim Inglês com caminhos sinuosos, e plantou um jardim de fruta no canto sudoeste. Manteve o padrão geométrico regular dos caminhos e becos.


Foto: wikipedia_Dinkum

Foto: wikipedia_Dinkum


O jardim no final do século XIX continha um teatro de marionetes, um quiosque de música, estufas, um apiário ou casa de abelha, uma Orangerie também usada para a exibição de escultura e arte moderna (usado até a década de 1930 ); um jardim de rosas,  pomar  e cerca de setenta obras de escultura.


Foto: wikipedia_Thesupermat


Um jardim pleno de encanto, um local muito apreciado por todos os parisienses.

Fontes e Fotos: Wikipedia; hdwallpappers.com; freephotooftheday.clientk.com; www.theflews.com; www.visoflora.com; Outros net.


Foto: www.visoflora.com


Não podendo conhecer ao "vivo" todos os incriveis locais do nosso planeta, podemos sempre viajar através de fotografias e de texto. A net é o meu meio de alargar os horizontes, de conhecer sitios muitas vezes longínquos, outras bem mais pertinho, mas sempre locais com uma beleza muito especial e própria que encantam o olhar e ajudam a aliviar a alma. O meu sincero OBRIGADO a todos os fotógrafos que permitem a todos nós divagar.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Jardim Italiano dos Monstros


Foto: bomarzo.net


O fascinante Parque dos Monstros (Garden of Monsters), também designado Jardim de Bomarzo, é um complexo monumental renascentista localizado em Bomarzo, na província de Viterbo, no norte do Lazio, da Itália.


Foto:bomarzo.net


Foto: panoramio_Elios Amati

Foto: totravelin.com


Foi construído durante o século 16 pelo italiano Pier Francesco Orsini (1528-1588) como um memorial para a sua amada esposa Guilia Farnese, tendo sido nessa altura designado como o "Bosque Sagrado". O parque está baseado na expressão de tristeza de Orsini pela morte da sua esposa.


Foto: panoramio_dancos

Foto: www.gotweird.com


O jardim permaneceu no esquecimento até 1954, quando foi comprado pelo Sr. Giovanni Bettini, que em 1970 faz uma restauração do parque decidido a trazer de volta o antigo esplendor das esculturas. O nome do jardim passou desde aí a ser Parque dos Monstros, nome derivado das grandes e bizarras esculturas, algumas esculpidas na rocha, que povoam a paisagem.


Foto: Francesco Pesucci_Bomarzo

Foto: Amor_Fati_Stock


Uma visita ao parque vai se desdobrar numa série de estágios que variam entre mitologia e fantasia. É composto por um parque arborizado, localizado no fundo de um vale, onde o castelo de Orsini foi erguido, e está povoado por esculturas e pequenos edifícios divididos entre a vegetação natural.


Foto: totravelin.com

Foto:urdustar.com

Foto: panoramio_genox51


As muitas estátuas monstruosas parecem ser alheias a qualquer plano racional e parece terem sido espalhadas quase aleatoriamente sobre a área.


Foto: totravelin.com

Foto: urdustar.com


É um jardim belo e um dos mais inusitados do mundo.


Foto: totravelin.com

Foto: totravelin.com


Para mais informações pode visitar o site: Bomarzo.net

Fontes e Fotos: Wikipedia; http://www.bomarzo.net/; http://www.gotweird.com/2010/11/italys-garden-of-monsters/; http://totravelin.com/garden-bomarzo-park-monsters/; http://urdustar.com/; Panoramio; outros net

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Propriedades da Linhaça

Recebi um email de uma amiga, que penso ser de partilhar com todos os que por aqui passam. A saúde é o bem mais precioso que temos e dado que, como se costuma dizer "o conhecimento não ocupa lugar", penso que devemos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance, para termos uma vida com mais qualidade e acima de tudo saudável.

Benefícios da Linhaça para a Saúde


A linhaça é a semente do linho, a planta de onde se extrai fibras para a fabricação de tecidos e que também é empregado na confecção de papel. A semente do linho já era usada em momentos antigos da história – em mumificações no Egito, vestígios apontam que era usada para tratamento de ferimentos e presentes em rituais.
É considerada em todo mundo, como um alimento muito funcional, que contém, além de todos os seus nutrientes básicos (carboidratos, proteínas, gorduras e fibras), vários elementos que podem diminuir o risco de variadas doenças, pois quandoé feito uso contínuo desta semente, pode proporcionar aumento da defesa do organísmo e redução do ritmo de envelhecimento celular e precoçe.
A semente de linhaça é composta por proteínas, fibras alimentares e ácidos graxos poliinsaturados Ômega 3 e Ômega 6, que lhe conferem a propriedade deste alimento funcional. A semente de linhaça é considerada a mais rica fonte de Ômega 3 existente na terra.
Nos últimos anos tem-se publicado uma grande quantidade de informação sobre os efeitos curativos da semente de linhaça moída.


Os investigadores do INSTITUTO CIENTÍFICO PARA ESTADO DA LINHAÇA DO CANADÁ e dos Estados Unidos, têm focado a sua atenção na importância desta semente na prevenção e cura de numerosas doenças degenerativas.

A semente de linhaça contém 27 componentes anti-cancerígenos, um deles é; a LIGNINA.  Esta semente contém 100 vezes mais Lignina que os melhores grãos integrais. Nenhum outro vegetal conhecido até agora iguala essas propriedades. Protege e evita a formação de tumores.

AJUDA A REDUZIR PESO:


A linhaça é um alimento rico em lignina e fitoestrogênio, substâncias que ajudam na redução do peso, pois elimina o colesterol de forma rápida.
Ajuda a controlar a obesidade e a sensação desnecessária de apetite, por conter grandes quantidades de fibra dietética, tem cinco vezes mais fibra que a aveia.






SISTEMA DIGESTIVO:

Previne ou cura o cancro de colon. Ideal para artrite, prisão de ventre, acidez estomacal. Lubrifica e regenera a flora intestinal.
Expulsão de gases gástricos. É um laxante por excelência.
Previne os divertículos nas paredes do intestino. Elimina toxinas e contaminadores.
A linhaça contém em grandes quantidades dos dois tipos de fibras dietéticas solúvel e insolúvel. Contém mais fibra que a maioria dos grãos.



SISTEMA NERVOSO:


É um tratamento para a depressão.
As pessoas que consomem linhaça sentem uma grande diminuição da tensão nervosa e uma sensação de calma.
Ideal para pessoas que trabalham sob grande pressão.
Melhora as funções mentais das pessoas idosas, melhora os problemas de conduta (esquizofrenia).
A linhaça é uma dose de energia para o cérebro, porque contém os nutrientes que reduzem mais urotransmisores (reanimações naturais).
 

SISTEMA IMUNOLÓGICO:

A linhaça alivia alergias, é efetiva para o LUPUS. A semente de linhaça por conter os azeites essenciais Omega 3, 6, 9 e um grande conteúdo de nutrientes que requeremos constantemente, faz com que nosso organismo fique menos doente, por oferecer uma grande resistência às doenças.
Contém grandes quantidades de rejuvenescedor, pois retém o envelhecimento.
A linhaça é útil para o tratamento da anemia.


SISTEMA CARDIOVASCULAR:
 


É ideal para tratar a arteriosclerose, elimina o colesterol aderido nas artérias, esclerose múltipla, trombose coronária, tensão arterial alta, arritmia cardíaca, incrementa as plaquetas na prevenção da formação de coágulos sanguíneos.
É excelente para regular o colesterol ruim.
O uso regular de linhaça diminui o risco de padecer de doenças cardiovasculares.

 
 
Uma das características UNICA da linhaça é que contém uma substância chamada taglandina, a qual regula a tensão arterial do sangue e exerce um importante papel no metabolismo de cálcio e energia.
O Dr. J H. Vane, ganhou o prêmio Nobel de medicina em 1962 por descobrir o metabolismo dos azeites essenciais Omega 3 e 6 na prevenção de problemas cardíacos.
 
DOENÇAS INFLAMATÓRIAS:
 

O consumo de linhaça diminui as condições inflamatórias de todo tipo. Refere-se a todas aquelas doenças terminadas em "TITE", tais como: gastrite, hepatite, artrite, colite, amidalite, meningite, etc.
 
RETENÇÃO DE LÍQUIDOS:


O consumo regular de linhaça, ajuda aos rins a excretar água e sódio.
A retenção de água (Edema) acompanha sempre à inflamação de tornozelos, alguma forma de obesidade, síndrome pré-menstrual, todas as etapas do cancro e as doenças cardiovasculares.
 
CONDIÇÕES DA PELE E CABELO:


Com o consumo regular de sementes de linhaça você notará como sua pele volta-se mais suave.
É útil para a pele seca e pele sensível aos raios do sol.
É ideal para problemas na pele, tais como: psoriase e eczema.
Recomenda-se também como máscara facial para uma limpeza profunda do cútis.
 



VITALIDADE FÍSICA:
 

A linhaça aumenta o coeficiente metabólico e a eficácia na produção de energia celular.
Este cereal aumenta progressivamente a vitalidade e a energia.
Os músculos recuperam mais fácilmente da fadiga.

DIABETES:


Uma das fibras da linhaça faz com que o organismo diminua a absorção do açúcar, desta forma o seu consumo regular favorece o controle dos níveis de açúcar no sangue ajudando a controlar a diabetes.

MODO DE USAR:


Basta 1 colher de sopa da farinha de linhaça diariamente. O efeito benéfico é progressivo então deve virar um hábito em sua alimentação. A semente de linhaça moída trás mais benefícios nutricionais que a semente inteira, que possui uma casca dura, difícil de digerir.
A linhaça pode ser utilizada em iogurtes, saladas, sucos, vitaminas, misturada à cereais, massas de pães e bolos e em todos os outros alimentos. O ideal é triturá-la, mas apenas o que for utilizar no momento, pois ao longo do tempo ela perde os nutrientes. Ela deve ser usada como tempero, nunca para cozinhar. Quanto ao sabor forte da semente, saiba que o azeite ajuda a amenizá-lo.


Uma outra forma de conseguir os benefícios da linhaça é consumir o óleo de linhaça, que é extraído da semente inteira, usando métodos de extração desenvolvidos especialmente para este fim (a frio). O produto obtido é engarrafado (para ser usado em saladas ou pratos frios) ou colocado em cápsulas gelatinosas, sendo utilizado como suplementação de ômega-3.


Para que a linhaça faça efeito no organismo é importante consumi-la diariamente, entre uma a duas colheres de sopa por dia. Ingerir o alimento de forma exagerada pode interferir no processo de absorção de nutrientes.
Deve-se evitar o consumo excessivo devido ao seu conteúdo calórico (cada colher de sopa tem aproximadamente 66 calorias) e pelo risco de interferir na absorção de outros nutrientes. Para facilitar a adaptação e digestão, recomenda-se que a inclusão da linhaça na alimentação diária seja gradativa.
Fontes: Slides de Severo Moreira - site :http://caldeiraodenovidadessaude.blogspot.com/ ;  belezaesaude; dietaesaude; outros net
Imagens: Internet/arte: Severo Moreira e outras fotos net

"Quanto mais aumenta nosso conhecimento, mais evidente fica nossa ignorância." (John Kennedy)
Topo