terça-feira, 13 de junho de 2017

As Flores dos nossos Frutos


Vamos ao supermercado comprar fruta, mas vivemos na cidade e muitas vezes esquecemos ou nem sequer conhecemos, as flores que deram origem a essas frutas deliciosas que estamos a levar para casa.


É sempre um espectáculo magnifico poder observar as árvores de fruto em flor, mas quem vive na cidade dificilmente tem esse privilégio.


Ficam aqui algumas fotografias dessas flores encantadoras das quais derivaram as frutas que tanto apreciamos.


"Se não houver frutos, valeu a beleza das flores; se não houver flores, valeu a sombra das folhas; se não houver folhas, valeu a intenção da semente." (Henfil)


"A neve e as tempestades matam as flores, mas nada podem contra as sementes." (Khalil Gibran)


"Determinada flor é, em primeiro lugar, uma renúncia a todas as outras flores. E, no entanto, só com esta condição é bela." (Antoine de Saint-Exupéry)


"Todas as flores do futuro estão contidas nas sementes de hoje." (Provérbio Chinês)


"Se fosse possível observar claramente o milagre de uma única flor, toda a nossa vida se transformaria." (Buda)



"A natureza é sábia e justa. O vento sacode as árvores, move os galhos, para que todas as folhas tenham o seu momento de ver o sol." (Humberto de Campos)

terça-feira, 6 de junho de 2017

Paineira - Chorisia Speciosa




A Paineira é uma árvore tropical que pode atingir 20 metros de altura, com uma floração intensa de flores solitárias cuja coloração vai de rosa a arroxeada, existindo também de cor branca.


O tronco das paineiras é cinzento-esverdeado com estrias fotossintéticas, tendo boa capacidade de sintetizar clorofila (fazer fotossíntese), isto auxilia o crescimento mesmo quando a árvore está despida de folhas, é comum, também, as paineiras apresentarem uma espécie de alargamento na base do caule, daí o apelido "barriguda".



Os frutos são cápsulas verdes bastantes grandes, que, quando maduras, rebentam (deiscentes), expondo as sementes envoltas em fibras finas e brancas que auxiliam na flutuação e que são chamadas paina.


Cada fruto produz, em média, 120 sementes marrom-escuras a pretas, pequenas, achatadas, redondas, envoltas pela paina, muito leves, elásticos e lustrosos.

As folhas são compostas palmadas e caem  na época da floração. As flores são grandes, com cinco pétalas rosadas com pintas vermelhas e bordas brancas.

Cultivo: Deve ser cultivada em solos férteis



Regas: Regulares

Luz e Temperatura: Sol pleno. Tolera o frio, desde que não seja muito intenso.



Reprodução/ Propagação : Sementes. Pode multiplicar-se por estacas, embora mais raramente, sendo este método empregado em regiões muito frias.

Floração:: Início do verão e permanecem floridas até abril.



A paineira-rosa é uma planta excelente para o paisagismo de grandes espaços, como parques e jardins públicos, devido ao seu rápido crescimento e beleza.

Fontes e Fotos : “Wikipedia”; ”jardineiro.net”; “Floresnaweb”; “portalmundodasflores”; outros NET



"Ilumine a sua vida com a delicadeza das flores" (autor desconhecido)
Topo