sábado, 31 de outubro de 2015

Festas de CRISÂNTEMOS pelo Mundo


Foto: www.shafir.info_copyright_Alexander_Shafir


Já divagamos um pouco sobre estas lindas e coloridas flores os “Crisântemos”. Hoje vamos apreciar alguns festivais onde o crisântemo é o rei da festa.


Foto: www.emailvariety.com


Os crisântemos são flores especiais, de longa duração e muito resistentes, de cores vibrantes eles encantam a paisagem e os locais onde se encontram. Existem vários festivais pelo mundo, onde estas flores são as principais atrações.

Aqui ficam alguns desses coloridos e artisticos festivais:

Lahr Chrysanthemum Festival, Baden-Würtenberg, Germany
Realiza-se na charmosa cidade alemã de Lahr. Encontra-se situada na região de Baden-Würtenberg, ao norte de Freiburg e na área ocidental da Floresta Negra, onde o vale se funde com o Rio Reno e as planícies do leste.


Foto: www.emailvariety.com



Lahr é a cidade associada aos crisântemos que no outono a inundam com toda a sua palete de cores e alegria, sendo dispostos em peças de arte espectaculares.. É oferecido aos visitantes um vasto programa cultural e musical.


Foto: www.emailvariety.com



Este ano o evento de abertura da grande festa do crisântemo terá lugar no sábado, 19 de outubro e encerrará a 10 de novembro.


Foto: www.emailvariety.com


Longwood Gardens’ Chrysanthemum Festival, Pennsylvania, USA
Entre final de outubro e meados de novembro realiza-se em Longwood Gardens, num jardim de Inverno da Pensilvânia, este belissimo festival anual de crisântemos.


Foto: httpbyways.org


Kasama Chrysanthemum Festival, Japan
O Japão tem vários festivais de crisântemos, mas este é o mais antigo do país. A principal atração são os kiku-ningyo ou as bonecas feitas de crisântemos.


Foto: www.ibarakiguide.jp


Kaifeng Chrysanthemum Festival, China
Com mais de 3000 anos de história, Kaifeng é uma das cidades mais antigas da China. Durante outubro-novembro celebra-se a festa do crisântemo, uma festa cultural, onde os visitantes e cidadãos de Kaifeng comemoram a flôr oficial da cidade e aprendem mais sobre o folclore e história da cidade.


Foto: news.xinhuanet.com



Dream Park Chrysanthemum Festival, Ilsan, Korea
O que antes era um aterro sanitário é hoje o lar de um festival de crisântemo popular na cidade de Ilsan, na Coréia. Coloridas flores agora preencher um campo de 860 metros quadrados. O festival, ocorre geralmente em outubro, conta com um vasto número de obras de arte feitas de crisântemos.


Foto: www.koreaitimes


Hangzhou Chrysanthemum Art Festival, China
É no Jardim Botânico de Hangzhou que se realiza o festival anual do crisântemo, entre meados de outubro e até final de novembro. Na cultura chinesa, os crisântemos representam a nobreza e despretensão.

Foto: www.shafir.info_copyright_Alexander_Shafir


Chrysanthemum festival, Miyauchi, Nanyo City, Yamagata Prefecture, Japan
Também em Outubro o Sosho Park, em Miyauchi, Nanyo City no Japão celebra a festa do crisântemo. O destaque do festival é uma série de bonecas feitas de crisântemos cultivados localmente.


Foto: wikipedia_Geomr


Chrysanthemum Festival in Kiev, Ukraine
Esta exposição de crisantemos abre em meados de outubro no Kiev Perchersk landscape park na Ucrania.


Foto: wikipedia_Valerii Tkachenko


Estes são alguns dos muitos festivais de crisântemos espalhados pelo mundo. Símbolo de simplicidade, perfeição, sinceridade, vida plena e feliz, estas lindas flores embelezam qualquer ambiente por isso não admira que sejam utilizadas com arte e mestria em arranjos florais.

Fontes e Fotos: Wikipedia; www.shafir.info; http://michelechristine.wordpress.com/; http://www.lahr.de/; http://www.theblogfarm.com/; http://discover-ukraine.info/events/crimea/yalta; http://wnu-ukraine.com/; http://byways.org; http://www.koreaittimes.com; http://news.xinhuanet.com/; rwalck.wordpress.com; httpbyways.org; www.emailvariety.com; outros net


Foto: www.shafir.info_copyright_Alexander_Shafir


"A arte é uma flor nascida no caminho da nossa vida, e que se desenvolve para suavizá-la." (Arthur Schopenhauer)

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Jardim - Benson Park Sculpture Gardens



Localizado em Loveland no Colorado, o Benson Sculpture Garden é um local belo e único ao ar livre onde se mostram escultura desde 1985.




Existem esculturas de pastores com as suas ovelhas, girafas, elefantes, crianças, enfim uma variedade de temas que estão permanentemente exibidas entre as árvores, plantas e lagos deste parque.










Actualmente, existem permanentemente cerca de 136 peças de escultura e cada ano são adicionadas novas peças.








Durante o segundo fim de semana em agosto este jardim é o palco de uma das maiores a exposições de esculturas ao ar livre, promovida pelo Loveland High Plains Arts Council, instituição privada, sem fins lucrativos, que tem por objectivo promover a arte esculturas.





A exposição apresenta mais de 200 artistas de todo o mundo e milhares de visitantes.






As vendas anuais da exposição vão para a compra de obras permanentes, bem como para a manutenção do próprio parque.

Site oficial: Benson Park Sculpture Gardens




 
Fotos e Fontes: www.sculptureinthepark.org; Flickr; outros net

* Fotos: Net
As fotografias sem indicação dos autores é porque não os consegui identificar. Se forem suas, por favor queiram contactar-me que colocarei imediatamente o seu nome, ou retiro-as se for esse o seu desejo. Não é de maneira nenhuma minha intenção quebrar direitos de autor.

Photographs without the authors’ names are because I could not identify them. If they are yours, please contact me and I will put immediately your name, or remove them, if that is your wish. It is not my intention to break authors rights.

sábado, 24 de outubro de 2015

Como os VEGETAIS ajudam na nossa SAÚDE


A Saúde é um bem precioso e como tal, sempre que recebo ou encontro algum artigo sobre este tema e que penso poder ser útil, gosto de o partilhar.




Hoje apresento uma tabela de Vegetais e qual a sua importância na nossa SAÚDE.

DICAS:
- Cozinhar a vapor conserva mais as vitaminas dos legumes.
- Se preferir prepará-los com água, coloque-os para cozinhar somente quando a água estiver a ferver.
- Usando o mínimo de água mantém-se o máximo de nutrientes.

DICAS:
- Procurar consumi-los sempre frescos.
- Preferir os vegetais da estação, pois têm mais nutrientes, além de serem mais saborosos e baratos.
- Evitar comprar vegetais em grandes quantidades, mas se comprar o melhor é congelá-los em saquinhos hermeticamente fechados e sem ar. Assim as suas propriedades podem ser mantidas até 3 meses.
- Na hora de preparar vegetais congelados, procurar colocá-los directamente na água a ferver. Assim, ficam firmes e não perdem a cor.

 

"Nada beneficiará mais a saúde da humanidade e aumentará as chances de sobrevivência da vida na Terra quanto a dieta vegetariana." (Abert Einstein)

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Medicina Tradicional – Chás

Os poderes curativos dos chás



Lembro-me quando era criança e ia passar férias a casa dos meus Avós no Alentejo, que era habitual ver diferentes tipos de folhas de chás, guardados em potes ou frascos.
A minha avó sabia em que altura do ano, devia de apanhar as plantas que depois secava para fazer chás.
Viviam num local isolado, e eram utilizadas as “mesinhas” caseiras quando surgia alguma doença. Só em casos extremos é que se ia ao médico, o que não era nada fácil, quer pela distância a que estavam da aldeia mais próxima, quer pelo facto de que o médico apenas vinha 1 dia por semana e era quando ele vinha.
No vale, o local mais fresco e onde havia água mesmo de Verão, havia sempre erva-luísa também conhecida por Lúcia-lima, que apanhavam para fazer chá com folhas frescas. Eu adorava o cheirinho e sabor daquele chá.





Os hábitos antigos foram-se perdendo e o conhecimento sobre as propriedades dos chás foi ficando no esquecimento. Hoje bebemos chás porque gostamos, não tendo normalmente em conta os seus efeitos curativos.


Cá em casa todos adoramos beber chá e possuímos uma caixa com diferentes qualidades. Quando temos visitas é quase obrigatório fazer um chá, surgindo por vezes a pergunta para que é bom determinado chá?
Como normalmente não sei, achei que seria interessante e útil relembrar os poderes curativos dos chás. Por isso pesquisei e decidi elaborar dois grupos de chás.
No primeiro grupo estão os chás que tradicionalmente bebemos, pelo prazer de beber.
No segundo grupo, estão os chás mais utilizados pelas suas propriedades curativas.



De forma resumida, alguns chás podem aliviar certos tipos de mal-estar:
Dores de cabeça: Erva cidreira; camomila; alecriam; salva
Calmantes: Tília; Manjerona; Flor-de-laranjeira
Antifadiga: Tomilho; Alecrim
Dores menstruais: Salsa; Açafrão
Ansiedade: Camomila, raíz de Valeriana, Passiflora
Soluços: Hortelã-pimenta
Problemas Hepaticos: Burututu
Pedras nos Rins: Quebra pedra


1º Grupo - A nossa caixa de chás
Camomila
- Auxilia a digestão aliviando cólicas abdominais, náuseas, diarreia. Indicado como calmante para insónia e nervosismo.
Erva Cidreira - Insónia, nervosismo, cólicas, indigestão (adicionar casca de limão).
Erva-Luísa (Lúcia-lima) - digestivo e calmante suave, alivia dores de estômago.
Eucalipto - Trata inflamações das vias respiratórias como tosse, rouquidão, bronquite, asma e alivia estados catarrais.
Laranjeira – calmante, combate a insónia, febres e gripes.
Maçã - Sedativo, digestivo, antidiarreica e também indicada nos casos de colite.
Melissa - Sedativa em distúrbio de origem nervosa, perturbações gástricas como indigestão, enjoos e espasmos. Alivia dores de cabeça.
Menta - Indicado para má digestão, gases e cólicas.
Chá preto - Estimulante nos casos de fadiga. Conhecido por ter antioxidantes, auxiliar na imunidade, e mais recentemente, por ter propriedades que combatem a tensão alta. De acordo com um estudo no Journal of Food Science e publicado pelo Institute of Food Technologists, o chá preto também ajuda a controlar os diabetes.
Tília - Antidepressivo, analgésico, calmante, expectorante e para bronquite, enxaqueca, estômago, dores gástricas, cansaço e esgotamento nervoso.

2º Grupo - Pelo seu poder curativo


Alfazema
- Indicado para insónias, excitação nervosa, alivia nevralgias (dores de cabeça), tosse, asma, bronquite.
Arnica - Analgésica e anti-inflamatória em casos de traumatismos, luxações, entorses, hematomas, distensões musculares e ainda como anticéptica em afecções bucais e furúnculos.
Alecrim – Tem várias finalidades, tratar o colesterol, as dores de dentes ou enxaquecas, as doenças de coração ou mesmo nos casos de celulite.
Barbas de milho - O chá feito com Barbas de milho serve para combater as dores de rins ou da bexiga, o reumatismo ou a hipertensão arterial.
Carqueja - Acção benéfica sobre o fígado e intestino aliviando azia, má digestão, gastrite, prisão de ventre, etc.
Folhas de oliveira - Podem ser utilizadas na preparação de chás para o tratamento de diabetes ou doenças ligadas ao coração.
Hortelã - Atenua azia, gases e cólicas, alivia asma e bronquite.
Jasmim - Tónico, indicado contra sonolência e combate acessos de asma. Excelente diurético.
Malva - Afecções das vias respiratórias como bronquite, tosses catarrais, laringite e nos processos inflamatórios de boca e garganta, através de bochechos e gargarejos. Anticéptico de vias digestivas e urinárias.
Poejo - Anti-inflamatório, acção expectorante no processos respiratórios como tosses catarrais, antiespamódico e ainda depurativo. Indicado para gripe ou tosse.
Salvia - Estimulante estomacal, usado nas atonias digestivas, náuseas, dispepsias, alivia cólicas estomacais, intestinais e menstruais. Indicada nos casos febris com sudorese intensa. Acção anticéptica na higiene bucal e em afecções da pele de origem micótica e feridas.

 

"A saúde é conservada pelo conhecimento e observação do próprio corpo." Cícero

domingo, 11 de outubro de 2015

Combater a Poluição da ÁGUAS




A Natureza está em perigo, devido à falta de sensibilidade do homem. Se queremos preservar o nosso planeta, cabe a cada um de nós, fazer a sua parte no dia-a-dia, agindo e informando sobre a importância de evitar o desperdício de água, energia, combustível, papel, alimentos e outros recursos, além de incentivar a redução do lixo, o reaproveitamento e fazendo uma escolha selectiva e um consumo responsável.
 

Foto: Net

Falei anteriormente sobre como cada um de nós pode contribuir, para um Planeta mais saudável e ao mesmo tempo poupar dinheiro, apenas sendo necessário uma mudança de comportamentos, que se traduzem em pequenos gestos no dia-a-dia, evitando o desperdício de Água, Energia e Reciclagem. Hoje vou falar sobre a importância de Combater a poluição das Águas.


Foto: Net

A água é um dos mais essenciais recursos naturais para todos os seres vivos, ela é vital á vida do planeta.

Vista do espaço, a Terra parece o Planeta Água, pois esta cobre 75% da superfície terrestre, formando os oceanos, rios, lagos etc. No entanto, somente uma pequenina parte dessa água está à disposição da vida na Terra. Apesar de parecer um número muito grande, a Terra corre o risco de não mais dispor de água limpa, o que em última análise significa que a grande máquina viva pode parar.
A poluição da água é a introdução de materiais químicos, físicos e biológicos que estragam a qualidade da água e afecta o organismo dos seres vivos.
As principais causas de deteriorização dos rios, lagos e dos oceanos são a poluição e contaminação da água provocada por vários agentes que a ela vão parar, como : esgotos domésticos não tratados, despejos industriais, derrame de petróleo, plásticos entre outros.


ESGOTOS
O desenvolvimento acelerado das actividades económicas e do crescimento demográfico, não acompanhado pela construção equilibrada de infraestruturas e de saneamento básico, aumentaram os problemas de poluição.
Ainda grande quantidade de esgoto doméstico é despejada no mar, mas somente uma parte é previamente tratada. Tecnicamente, tratar os esgotos antes de lançá-los no mar não é um problema, mas custa caro e por vezes até os países mais ricos, têm alguma relutância em gastar dinheiro com estações de tratamento.
A indústria é também uma grande consumidora de água e é responsável pela sua mais grave forma de poluição. Isso é devido não só às elevadas cargas poluentes descarregadas mas também à sua perigosidade. As águas de processo, contaminadas com os mais diversos produtos químicos perigosos, integram cargas poluentes elevadas que o meio receptor dificilmente é capaz de depurar.
Nos efluentes industriais as fossas de baixa qualidade constituem o meio mais importante de poluição das águas subterrâneas.
Para além dos esgotos, todos os tipos de lixo jogados na rua, podem por sua vez ser carregados pela água das chuvas para os rios e destes para o mar.

LIXOS INDUSTRIAIS
Mais perigosa do que o lixo dos esgotos é a poluição química das indústrias. Uma grande quantidade de despejos industriais é lançada directamente no mar ou chega até ele através dos rios nos quais é despejada, sem qualquer processo de filtragem.
Enquanto o esgoto doméstico é orgânico e pode ser reciclado pelo mar, grande parte do esgoto industrial é inorgânica, não se decompondo facilmente e permanecendo inalterada. Gradualmente, esses dois tipos de esgotos se somam, causando cada vez mais poluição. Mais de 100 mil produtos químicos diferentes têm como destino final o mar e, com frequência, ninguém sabe quais serão as consequências. A maior parte permanece nas águas costeiras, porém, como o oceano é um vasto sistema móvel, os compostos químicos vão lentamente espalhando-se por ele.
Só recentemente foram criadas leis para que sejam tratados os esgotos industriais, tentando diminuir a quantidade de rios e lagos poluídos em todo o mundo.
A chuva que cai no mar também por vezes está contaminada com poluentes atmosféricos oriundos das chaminés das fábricas, das unidades de aquecimento central e dos escapes dos veículos.

DERRAME DE PETRÓLEO

Os derrames de petróleo quer por acidente com petroleiros quer por limpeza dos tanques no mar, são uma das piores causas de poluição do mar. O petróleo flutuando espalha-se pela superfície das águas não permitindo que a luz do Sol penetre na água, inviabilizando o processo de fotossíntese da vegetação aquática. Sem oxigénio e alimento, a morte dos peixes, em grande escala, é inevitável. Aqueles que chegam à superfície ficam impregnados de óleo e morrem por asfixia.



As aves, focas e baleias que se alimentam de peixe também acabam morrendo ou acabam contaminando os demais animais da sua cadeia alimentar.

Quando as marés negras atingem as zonas costeiras, os seus efeitos tornam-se ainda mais catastróficos. Todo o ecossistema aquático da região e de grande extensão dos arredores fica comprometido. Além dos prejuízos ambientais (destruição da fauna e da flora com elas entram em contacto), provocam enormes prejuízos à actividade pesqueira e tem um forte impacto negativo na actividade turística, já que os resíduos petrolíferos, de remoção difícil, impedem durante muito tempo a utilização das praias.

O derrame de petróleo é considerado um dos maiores e mais graves desastres ecológicos.

PLÁSTICOS

O plástico é uma das grandes pragas dos mares. Actualmente, milhares de toneladas de plásticos são lançados no mar todos os anos. Sabe-se que existem grandes massas de plásticos flutuando nos oceanos, sendo a mais conhecida a Grande Mancha de Lixo do Pacífico, também apelidada de "sopa de plástico". Os detritos estão agrupados numa espécie de redemoinho que começa a cerca de 1000 quilômetros da costa da Califórnia (EUA), passa pelo Havaí, e estende-se até quase ao Japão. O lixo é mantido no local pelas correntes oceânicas. No Pacífico Norte, com ventos fracos, as correntes tendem a empurrar qualquer material que flutue para o centro, uma área com pouca energia. Estes resíduos são problemáticos criando riscos para aves marinhas e outra fauna que os podem ingerir por engano.
De acordo com o Programa Ambiental das Nações Unidas, detritos de plástico constituem 90% de todo o lixo flutuante nos oceanos e é a causa da morte de mais de um milhão de aves marinhas todos os anos, bem como de mais de cem mil mamíferos marinhos.
Os mares, rios e lagos têm vindo a ser utilizados como um gigantesco caixote do lixo.


Como Contribuir Para Evitar A Poluição da Água
1. Não deitar lixo nas ruas, praias, rios ou no mar.
2. Tratar os esgotos e efluentes industriais antes de serem lançados ao mar.
3. Acondicionar o lixo doméstico em local adequado e seguro para que não se transforme lixo marinho.
4. Não desperdiçar água, em casa ou em qualquer outro lugar.
5. Colocar filtros nas fábricas e indústrias.
6. Canalizar toda a água utilizada pela população para uma estação de tratamento.
O controle da poluição passa por uma grande diversidade de medidas, da imposição de regras à actividade industrial e do investimento em equipamentos de reciclagem e também de pequenos gestos nossos no quotidiano.

A água é um bem precioso e indispensável e não é inesgotável!!!
Por isso, é fácil compreender que é necessário conservar e preservar a água e aproveitar os seus imensos recursos de uma forma inteligente e racional para não colocar em risco toda a vida na Terra.

Fontes e Fotos: The Independent, Greenpeace, Naturlink, PreservarAmbiente, artigos do Jornal de Notícias, outros Internet

Foto: Net

“É triste pensar que a natureza fala e que o género humano não a ouve.” Víctor Hugo
Topo