sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Preservar a vida Animal - Diamante-de-Gould


A história da Vida na Terra é uma história de extinções, estas extinções naturais ocorrem, no entanto, ao longo de períodos relativamente longos, permitindo a evolução de novas formas de vida. Muitos animais evoluíram e depois extinguiram-se e o seu lugar na natureza é então ocupado por outro grupo de animais. Isto não é o que acontece na actualidade, com a ajuda do Homem!


Penso que é importante ir sempre “passando” a mensagem da importância de preservarmos a Natureza, a vida selvagem, o ambiente, “O nosso magnifico Planeta”.

A extinção é o desaparecimento irreversível de espécies e acontece quando o último animal de uma determinada espécie morre.

Hoje : Diamante-de-Gould (Gouldian Finch)




Nome Científico: Chloebia gouldiae
Ordem: Passeriformes
Família: Passeridae

Distribuição e Habitat :
É originário da Austrália, foi trazido para a Europa em meados do século XIX pelo ornitólogo John Gould. O seu nome foi uma homenagem a Elizabeth Gould sua esposa, desenhista que o acompanhava nas suas expedições, este lindissimo pássaro recebeu o nome “Lady Gould” (“Senhora Gould”), como é conhecido internacionalmente.




Identificação:
A sua coloração pode ser roxo, preto, verde, amarelo, branco e vermelho. Normalmente os machos são mais coloridos. Existem três variações de cores entre o Diamante-de-gould: cabeça-vermelha, cabeça-preta, e cabeça-amarela ou laranja. Os próprios nativos achavam que se tratavam de espécies diferentes, mais depois descobriu-se que se trata de uma única espécie. Medem normalmente de 12 a 14 cm.




Hábitos:
São pássaros muito sociais, podem ser encontrados em bandos e, na época da ninhada, pode haver mais de um ninho na mesma árvore. Os gould vivem em harmonia entre si, mesmo durante a época de gestação das fêmeas.




Reprodução:
Para cortejar a fêmea, o macho faz uma dança impressionante de ver. Acontece mais frequentemente no período final das chuvas, pois há mais abundância de alimento.



As fêmeas colocam de 4-6 ovos. Tanto o macho quanto a fêmea ajudam a chocar os ovos, e a cuidar dos filhotes após o nascimento. Os machos cuidam do ninho normalmente durante o dia e a fêmea à noite. Os diamante-de-gould, assim que nascem, são cor-de-rosa e despidos até aproximadamente 12 dias, quando as primeiras penas começam a aparecer. Os filhotes deixam os ninhos com 3 semanas de idade. Os diamante-de-gould jovens são distinguidos por suas cores, com a cabeça, lados e garganta cinzentas. Sua parte traseira, asas e penas da cauda são verde-azeitona. Sua parte de baixo é marrom-pálido.




Estatuto de conservação e principais ameaças:
O número de pássaros desta espécie, foi reduzido drasticamente na natureza no século XX, devido à redução e alteração do seu habitat. Outra das causas da sua redução foi doença, uma espécie de ácaro, levava-os à morte. As suas cores muito vivas, chamam a atenção dos predadores, ficando fácil a sua identificação na hora da caçada.




Fontes e Fotos: Wikipedia; Portlasaofrancisco; treknature; http://bicharada.net/; http://www.naturlink.pt/; http://www.wikiaves.com.br/; Enciclopédia a Vida Animal; outros

Há que compreender a importância de cada organismo na complexa e maravilhosa teia da Vida na Terra e Nunca nos devemos esquecer que A extinção é para sempre.
 
 

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Tucano


A história da Vida na Terra é uma história de extinções, estas extinções naturais ocorrem, no entanto, ao longo de períodos relativamente longos, permitindo a evolução de novas formas de vida. Muitos animais evoluíram e depois extinguiram-se e o seu lugar na natureza é então ocupado por outro grupo de animais. Isto não é o que acontece na actualidade, com a ajuda do Homem!




Penso que é importante ir sempre “passando” a mensagem da importância de preservarmos a Natureza, a vida selvagem, o ambiente, “O nosso magnifico Planeta”.


Hoje:  o TUCANO



O tucano é uma ave muito bonita que impressiona pelas suas cores e pelo seu enorme bico, que pode chegar a 20 cm.

Ordem: Piciformes
Família: Ramphastidae




Distribuição e Habitat
Habitam nas florestas da América Central e América do Sul, em especial no Brasil.




Identificação
O tucano mede entre 55 e 65 cm de comprimento, fora o bico. Existem 40 espécies catalogadas de tucano sendo as diferenças entre elas bem pequenas, somente na cor do bico, das penas e no tamanho.




Quanto ao peso, o tucano chega a 520 gr. Têm dois dedos para frente e dois para trás, facilitando assim a aderência nos galhos.




Possuem um bico grande e oco. A parte superior é constituída por trabéculas de sustentação e a parte inferior é de natureza óssea. Não há dimorfismo sexual.




Hábitos e Alimentação
É uma espécie omnívora, alimentando-se de animais e de vegetais. Come principalmente frutas, insectos, ovos de outras aves e pequenas presas como lagartos.




É com o bico, também, que o Tucano captura pequenos lagartos e lagartixas para complementar a sua alimentação.




Reprodução
São monogâmicos territorialistas (vivem e se reproduzem em casal isolado. Para a reprodução usam troncos ocos das árvores e até ninhos abandonados de pica-pau.




A fêmea choca e o macho alimenta-os. Fazem postura de três a quatro ovos, cujo período de incubação é de dezoito dias. As crias permanecem no ninho durante sete semanas e são principalmente alimentadas por sumo de frutas e insetos que lhes são dados pelos pais. Costuma criar os filhotes nos buracos das árvores altas. Eles nascem cegos e abandonam o ninho com quase um mês de idade.




Principais ameaças
O tucano-toco (Ramphastos toco) ainda é uma espécie ameaçada do e extinção. Tem sido capturado e traficado outros países a fim de ser vendido em lojas de animais. Isto tem, como consequência, a diminuição da sua população nas florestas, pondo em risco a variabilidade genética, bem como a morte de muitos animais durante o transporte.




Fonte: Wikipédia; http://www.bicharada.net/; http://www.petfriends.com.br/; http://ibc.lynxeds.com/; Enciclopédia a Vida Animal; outros net




“A natureza criou o tapete sem fim que recobre a superfície da terra. Dentro da pelagem desse tapete vivem todos os animais, respeitosamente. Nenhum o estraga, nenhum o rói, excepto o homem." (Monteiro Lobato)

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Ipomoeas




As Ipomoeas têm flores lindas, coloridas e espectaculares.


Fotos: 1ms.net


São nativa das regiões tropicais e subtropicais do mundo. Pertencem à família Convolvulaceae, possuindo esta família mais de 500 espécies, sendo composta por plantas anuais e perenes, herbáceas, lianas, arbustos e árvores de pequeno porte. A grande maioria das espécies são plantas de escalada. Devido a diversas hibridizações existe uma grande gama de cores.


Fotos: wikipedia_Author_Chilepine


Ipomoea purpurea - Glória da Manhã (Morning Glory), Bom-dia, Bons-dias, Campainha ou Corda-de-viola.
É uma espécie nativa do México e da América Central. São trepadeiras de crescimento rápido, atingindo até 3 metros de altura. As folhas tem forma de coração e os galhos tem pêlos marrons.

Fotos: 1ms.net

Fotos: wikipedia_Author_Meneerke bloem


As flores possuem um formato afunilado,  são hemafroditas, com cinco pétalas e abrem-se pela manhã, permitindo a polinização por beija-flores, borboletas, abelhas e outros insetos e pássaros. A flor dura uma única manhã e morre à tarde. No entanto, novas flores continuam a desabrochar todos os dias.


Fotos: www.desk7.net

Fotos: hdwallpapers4u.eu


Ipomoea alba, ou dama-da-noite - espécie de floração nocturna.
Chega a crescer até 30 metros de altura tendo caules entrelaçados. O perfume forte, exalado à noite, assim que as flores se abrem, é um atrativo para a polinização, feita por mariposas da família Sphingidae (Lepidoptera). As flores abrem rapidamente ao cair da noite mantendo-se assim até serem tocadas pela luz do sol.


Fotos: Wikipedia_Autor_KENPEI

Solo: Deve ser fértil, bem drenado e rico em matéria orgânica.

Luz e Temperatura: Devem ser cultivadas sob sol pleno. Não tolera frio ou geadas.


Fotos: wikipedia_Author_L.Shyamal

Fotos: wikipedia_Author_PiccoloNamek


São flores excelente no paisagismo tendo uma ampla utilização como espécie ornamental,  para cobrir muros e diversas outras estruturas.


Fotos: 1ms.net

Fotos: wikipedia



Fontes e Fotos: Wikipedia; http://www.mundodeflores.com/; http://www.loja.jardicentro.pt/; http://en.wikipedia.org/; http://www.floresnaweb.com/; http://www.plantasonya.com.br/; www.photos-public-domain.com; wallpaperscraft.com; www.1zoom.net; hdwyn.com, http://www.jardineiro.net; Fotos pessoais; outros net.



terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Taiwan Blue Magpie




Hoje vou falar um pouco sobre a:

Gralha-azul-de-Taiwan (Taiwan Blue Magpie)

Ordem: Passeriformes
Família: Corvidae


Foto: newwallpapers1.com


A Gralha-azul-de-Taiwan é uma ave linda e exótica da família dos corvos. É endémica de Taiwan. Vive em florestas de folha larga em elevações entre os 300 e os 1200 metros de altura.


Foto: www.panoramio.com

Foto: wall.alphacoders.com


Tem 63-68 cm de comprimento, medindo a cauda cerca de 34-42 cm de comprimento. As asas têm 20 cm de comprimento. Pesa entre 254 a 260 g . As plumagens do macho e da fêmea são semelhantes. A cabeça, pescoço e peito são pretos. Os olhos são amarelos. A conta e os pés são vermelhos. O resto da plumagem no pássaro é principalmente azul. As asas e as penas da cauda têm pontas brancas. O par central de penas da cauda é o mais longo. As outras penas da cauda têm faixas pretas. 



Foto: www.hbw.com by Kun Chin Chung


A época de reprodução é de março a julho. É monogâmica. As fêmeas incubam ovos enquanto os machos ajudam na construção e alimentação do ninho. Os seus ninhos são construídos em altos ramos de árvores. O ninho tem a forma de uma tigela e é feito de galhos, geralmente há 3-8 ovos. A incubação leva de 17 a 19 dias. Os pintainhos deixam o ninho após 21-24 dias. Eles podem começar a voar para distâncias curtas depois de alguns dias. As Taiwan Blue Magpie têm um comportamento de defesa do ninho muito forte, e atacarão os intrusos até que eles saem. 


Foto: strangesounds.org


São pássaros sociáveis não tendo muito medo das pessoas. Podem ser encontrados perto de residências humanas nas montanhas ou terras recém-cultivadas. São gregários e geralmente são encontrados em grupos de três a doze. Os pássaros voam frequentemente formando uma linha. Semelhante a outros membros da família de corvos, eles têm um chamado estridente que é descrito como um bate-papo agudo cacarejar. 


Foto: www.mrwallpaper.com

Foto: strangesounds.org


Texto explicativo: wikipedia
Fotos: strangesounds.org; www.mrwallpaper.com; www.hbw.com; wall.alphacoders.com, www.panoramio.com;newwallpapers1.com

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Fresias




De cores vivas as flores das Frésias encantam o nosso olhar. Os seus cachos de flores exalam um perfume agradável, sendo as frésias brancas consideradas as mais perfumadas.


Foto: wallpaperscraft.com


O nome do seu género deriva do naturalista alemão Friedrich Heinrich Theodor Freese, que viveu no séc. XIX. As freesias são um símbolo de vários sentimentos.
A flor amarela tradicional significa principalmente amizade, enquanto a branca é usado como uma expressão de inocência.

Foto: www.theflowersavenue.com


São originárias da África do Sul, mas cultivadas nos jardins do mundo inteiro. Existem 16 espécies no gênero Freesia.


Foto: www.pacificbulbsociety.org


A freesia, frésia ou junquilho é um gênero da família das Iridáceas. São plantas perenes bulbosa de altura até 30 cm, não ramificada.
As suas flores estão dispostas alinhadas em pedúnculo recurvado e iniciam o florescimento pela primeira flor de base, até a ponta.


Foto: www.hdwpapers.com


Cada haste produz até 10 flores.


Foto: www.bulbsdirect.com


As flores das fresias apresentam diversas cores, geralmente fortes e vivas, que vão desde um azul puro, passam pelo púrpura e chegam ao branco. Aparecem na primavera e no inverno.


Foto: www.1zoom.net


Podem ser cultivadas em canteiros, bordaduras, pequenos maciços, em jardineiras e vasos.


Foto: www.thompson-morgan.com


Solo: deve ser fértil, solto, leve, rico em adubação orgânica.
Regas: Regar uma vez por semana de forma bem moderada durante o primeiro mês de cultivo. Depois suspender a rega.
Luz e Temperatura: Devem ser cultivadas sob sol ou meia-sombra. Apreciam o clima ameno, resistem ao frio mas não às geadas .

Foto: www.1zoom.net


São flores lindas com um perfume agradável e uma estética delicada e frágil.

Fontes e Fotos: Wikipedia; http://www.mundodeflores.com/; http://www.loja.jardicentro.pt/; http://en.wikipedia.org/; http://www.floresnaweb.com/; http://www.plantasonya.com.br/; www.humwseeds.com; masterofhort.com; www.droidforums.net; gardenweb.com; www.photos-public-domain.com; wallpaperscraft.com; www.1zoom.net; www.bulbsdirect.com; pt.forwallpaper.com; outros net.

Foto: www.1zoom.net


" Quando as palavras fogem, as flores falam.” (Bruce W. Currie)


Topo