sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Preservar a vida Animal - Diamante-de-Gould


A história da Vida na Terra é uma história de extinções, estas extinções naturais ocorrem, no entanto, ao longo de períodos relativamente longos, permitindo a evolução de novas formas de vida. Muitos animais evoluíram e depois extinguiram-se e o seu lugar na natureza é então ocupado por outro grupo de animais. Isto não é o que acontece na actualidade, com a ajuda do Homem!


Penso que é importante ir sempre “passando” a mensagem da importância de preservarmos a Natureza, a vida selvagem, o ambiente, “O nosso magnifico Planeta”.

A extinção é o desaparecimento irreversível de espécies e acontece quando o último animal de uma determinada espécie morre.

Hoje : Diamante-de-Gould (Gouldian Finch)




Nome Científico: Chloebia gouldiae
Ordem: Passeriformes
Família: Passeridae

Distribuição e Habitat :
É originário da Austrália, foi trazido para a Europa em meados do século XIX pelo ornitólogo John Gould. O seu nome foi uma homenagem a Elizabeth Gould sua esposa, desenhista que o acompanhava nas suas expedições, este lindissimo pássaro recebeu o nome “Lady Gould” (“Senhora Gould”), como é conhecido internacionalmente.




Identificação:
A sua coloração pode ser roxo, preto, verde, amarelo, branco e vermelho. Normalmente os machos são mais coloridos. Existem três variações de cores entre o Diamante-de-gould: cabeça-vermelha, cabeça-preta, e cabeça-amarela ou laranja. Os próprios nativos achavam que se tratavam de espécies diferentes, mais depois descobriu-se que se trata de uma única espécie. Medem normalmente de 12 a 14 cm.




Hábitos:
São pássaros muito sociais, podem ser encontrados em bandos e, na época da ninhada, pode haver mais de um ninho na mesma árvore. Os gould vivem em harmonia entre si, mesmo durante a época de gestação das fêmeas.




Reprodução:
Para cortejar a fêmea, o macho faz uma dança impressionante de ver. Acontece mais frequentemente no período final das chuvas, pois há mais abundância de alimento.



As fêmeas colocam de 4-6 ovos. Tanto o macho quanto a fêmea ajudam a chocar os ovos, e a cuidar dos filhotes após o nascimento. Os machos cuidam do ninho normalmente durante o dia e a fêmea à noite. Os diamante-de-gould, assim que nascem, são cor-de-rosa e despidos até aproximadamente 12 dias, quando as primeiras penas começam a aparecer. Os filhotes deixam os ninhos com 3 semanas de idade. Os diamante-de-gould jovens são distinguidos por suas cores, com a cabeça, lados e garganta cinzentas. Sua parte traseira, asas e penas da cauda são verde-azeitona. Sua parte de baixo é marrom-pálido.




Estatuto de conservação e principais ameaças:
O número de pássaros desta espécie, foi reduzido drasticamente na natureza no século XX, devido à redução e alteração do seu habitat. Outra das causas da sua redução foi doença, uma espécie de ácaro, levava-os à morte. As suas cores muito vivas, chamam a atenção dos predadores, ficando fácil a sua identificação na hora da caçada.




Fontes e Fotos: Wikipedia; Portlasaofrancisco; treknature; http://bicharada.net/; http://www.naturlink.pt/; http://www.wikiaves.com.br/; Enciclopédia a Vida Animal; outros

Há que compreender a importância de cada organismo na complexa e maravilhosa teia da Vida na Terra e Nunca nos devemos esquecer que A extinção é para sempre.
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo