quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Tucano


A história da Vida na Terra é uma história de extinções, estas extinções naturais ocorrem, no entanto, ao longo de períodos relativamente longos, permitindo a evolução de novas formas de vida. Muitos animais evoluíram e depois extinguiram-se e o seu lugar na natureza é então ocupado por outro grupo de animais. Isto não é o que acontece na actualidade, com a ajuda do Homem!




Penso que é importante ir sempre “passando” a mensagem da importância de preservarmos a Natureza, a vida selvagem, o ambiente, “O nosso magnifico Planeta”.


Hoje:  o TUCANO



O tucano é uma ave muito bonita que impressiona pelas suas cores e pelo seu enorme bico, que pode chegar a 20 cm.

Ordem: Piciformes
Família: Ramphastidae




Distribuição e Habitat
Habitam nas florestas da América Central e América do Sul, em especial no Brasil.




Identificação
O tucano mede entre 55 e 65 cm de comprimento, fora o bico. Existem 40 espécies catalogadas de tucano sendo as diferenças entre elas bem pequenas, somente na cor do bico, das penas e no tamanho.




Quanto ao peso, o tucano chega a 520 gr. Têm dois dedos para frente e dois para trás, facilitando assim a aderência nos galhos.




Possuem um bico grande e oco. A parte superior é constituída por trabéculas de sustentação e a parte inferior é de natureza óssea. Não há dimorfismo sexual.




Hábitos e Alimentação
É uma espécie omnívora, alimentando-se de animais e de vegetais. Come principalmente frutas, insectos, ovos de outras aves e pequenas presas como lagartos.




É com o bico, também, que o Tucano captura pequenos lagartos e lagartixas para complementar a sua alimentação.




Reprodução
São monogâmicos territorialistas (vivem e se reproduzem em casal isolado. Para a reprodução usam troncos ocos das árvores e até ninhos abandonados de pica-pau.




A fêmea choca e o macho alimenta-os. Fazem postura de três a quatro ovos, cujo período de incubação é de dezoito dias. As crias permanecem no ninho durante sete semanas e são principalmente alimentadas por sumo de frutas e insetos que lhes são dados pelos pais. Costuma criar os filhotes nos buracos das árvores altas. Eles nascem cegos e abandonam o ninho com quase um mês de idade.




Principais ameaças
O tucano-toco (Ramphastos toco) ainda é uma espécie ameaçada do e extinção. Tem sido capturado e traficado outros países a fim de ser vendido em lojas de animais. Isto tem, como consequência, a diminuição da sua população nas florestas, pondo em risco a variabilidade genética, bem como a morte de muitos animais durante o transporte.




Fonte: Wikipédia; http://www.bicharada.net/; http://www.petfriends.com.br/; http://ibc.lynxeds.com/; Enciclopédia a Vida Animal; outros net




“A natureza criou o tapete sem fim que recobre a superfície da terra. Dentro da pelagem desse tapete vivem todos os animais, respeitosamente. Nenhum o estraga, nenhum o rói, excepto o homem." (Monteiro Lobato)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo