segunda-feira, 2 de novembro de 2015

O Alho na Saúde


O alho (Allium Sativum) é originário da Ásia Central e desde a Antiguidade que se acredita nos benefícios que o alho traz para a saúde humana. As culturas egípcia, indiana, grega e romana tinham a visão de que o alho continha propriedades profiláticas e terapêuticas.
Na antiga China e na Índia, era utilizado para diminuir a coagulação sanguínea, e no Egipto e na Grécia era considerado afrodisíaco.


No século XIX Louis Pasteur, grande químico francês, demonstrou as propriedades anti-sépticas do alho.
Nos últimos anos os cientistas começaram a estudá-lo mais intensamente.
Regra geral quase todos nós utilizamos os dentes de alho na nossa alimentação como tempero, a verdade é que ele tem mais propriedades agradáveis além do paladar.

O Alho pode ser consumido sob dois tipos de receitas: as dos médicos e as de cozinha, porque é um dos produtos mais prescritos pelos naturistas e um dos condimentos mais populares da dieta mediterrânea.


Principais benefícios atribuídos ao consumo regular de alho:

- Aumenta a longevidade
- Reduz os riscos de enfarte
- Favorece o bom funcionamento do sistema imunológico
- Reduz a glicose sanguínea
- Reduz o colesterol LDL (Ruim)
- Aumenta o colesterol LDL (Bom)
- Combate bactérias e vírus
- Previne certos tipos de cancro
- Melhora a qualidade de vida

Inconvenientes:

- Causa mau hálito
- Pode causar indigestão, especialmente se ingerido cru.

As aplicações do alho regra geral são as seguintes:
Antibiótica
Anti-inflamatória
Anti-microbiana
Anti-asmática
Anti-oxidante
Anti-cancerígeno
Protector cardiovascular

As patologias ou sintomas a serem tratados pelo alho são muito vastos, mas pode-se resumir a sua eficiência em:

Distúrbios gastrointestinais, colesterol elevado, tensão arterial elevada, asma, bronquite, gripe, dores de dentes e mais recentemente os estudos comprovam a sua eficácia em cancro da mama e prestara.
O seu uso excessivo ou em dosagens elevadas pode causar má digestão e irritabilidade da mucosa gástrica.

Algumas formas de uso e de como conservar o alho:
1. Colocar os dentes de alho descascados dentro de um frasco de vidro com óleo de cozinha. Assim, eles não ficam ressecados e o óleo pode ser usado depois como molho para saladas.

2. Para facilitar o trabalho, amassar os dentes de alho com sal e guardar num frasco bem fechado, no frigorífico. Assim, quando for preciso ele já estará pronto a ser utilizado.

3. Deixar os dentes de alho de molho em água durante dez minutos antes de usar. As cascas soltam-se facilmente e não ficará com cheiro de alho nas mãos.

O alho é um dos alimentos mais acessíveis, saudáveis e também essencial na confecção de um bom prato. Ele dá um toque e aroma especial na maioria dos pratos da nossa culinária.

Fontes: “Saúde e Ciência”, “site médico” , "Nutriciência" e outros artigos sobre a importância do alho.

Consulte sempre seu médico e/ou nutricionista para uma alimentação adequada as suas reais necessidades.



"Se alguém procura a saúde, pergunta-lhe primeiro se está disposto a evitar no futuro as causas da doença; em caso contrário, abstém-te de o ajudar." (Sócrates)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo