terça-feira, 12 de abril de 2016

Miosótis


Os Miosótis significam fidelidade ou lembrança fiel.



Esta planta originária da Rússia, possui pequenas flores azuis, flores brancas e flores rosadas presentes durante as primaveras dos mais belos jardins do planeta. De porte pequeno a rastejante, com cerca de 20-30 cm de altura, com caules muito ramificados de cor verde claro a azulado. Apresenta folhas basais, pequenas, delicadas, lanceoladas a ovaladas, pubescentes de cor verde a verde azulado.



Aquilo que pensamos ser as flores do Miosótis, na verdade são inflorescências terminais que se assemelham a espigas, com formações de flores muito curtas, pequenas, brilhantes, com 5 pétalas e com o centro branco.
Pode ser utilizada em conjuntos, floreiras, vasos grandes, bordaduras. As pequenas flores duram de Maio a Agosto e existem mais de 50 variedades.



Condições de cultivo

Solo: : Ordinários, frescos, ricos em matéria orgânica, ligeiramente húmidos.



Regas: : Regular. Evitar excesso de água.



Luz: Sol, meia-sombra.

Sementeira: No local definitivo na Primavera ou em estufa entre Março-Abril.



Transplantação: Maio-Julho.

Floração: Verão



Podas: Devido ao grande número de flores, devem-se cortar as flores velhas de Miosótis para facilitar o desenvolvimento das novas flores. Deve-se cortar acima da quarta folha.



Curiosidades
As flores Miosótis também são conhecidas como “não se esqueça de mim” ou ”não me esqueças” em várias línguas — non-ti-scordar-di-me, na Itália, forget-me-not na língua inglesa etc. São várias as formas de se explicar o seu nome, são diversas as lendas e histórias. Numa antiga e romântica lenda alemã, conta-se que esse nome está relacionado à última frase de um cavaleiro que, tentando alcançar uma flor para oferecer à sua companheira, por conta do peso da armadura caiu em um rio e se afogou. Uma outra lenda, conta que o nome teria sido dado por Adão, ainda no Éden, que ao nomear as flores do jardim esquecera desta e, mais tarde, ao constatar que essa planta havia sido esquecida, deu-lhe então o nome de Miosotis como forma de compensação por seu esquecimento. Uma terceira lenda, cristã e popular, diz que as flores dessa planta teriam ficado da cor azul quando a Virgem Maria lhes derramou lágrimas por cima.

Fontes e Fotos: “Mundodeflores”; “Wikipedia”; “JardimdeFlores”; ”jardineiro.net”;“Flores guia”; “Floresnaweb”; “jardimdeflores”; "Informativoverde"; “portalmundodasflores”; outros.



"Nós podemos conceber o que a humanidade seria se não conhecesse as flores?" (Maurice Maeterlinck)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo