segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Os Cogumelos a Saúde e a Natureza


Os cogumelos são fungos com uma estrutura simples, sem raízes, folhas ou flores. Reproduzem-se através de esporos que dão origem ao micélio - parte vegetativa do cogumelo. Simplificando, pode-se dizer que os cogumelos são compostos por micélio, pé, chapéu e, às vezes, anéis. Contudo, nem todas as espécies apresentam estas quatro partes.




São conhecidos desde a antiguidade quando o homem já os utilizava como um alimento de elevado valor nutritivo e terapêutico. Na natureza, existem centenas de espécies diferentes de cogumelos.

Os cogumelos têm capacidades medicinais surpreendentes no combate a problemas de saúde tão distintos como o colesterol ou o desenvolvimento de tumor.



"Os cogumelos são excelentes reguladores do trânsito intestinal, têm excelentes propriedades imunológicas, ou seja, estimulam o sistema imunitário contra as agressões a que o organismo está sujeito e conseguem bons resultados na redução dos níveis do colesterol", (Xavier Martins).


As suas propriedades terapêuticas são inúmeras e vale a pena conhecê-las de forma a tirar todos os benefícios possíveis para a saúde.

Ajuda à ingestão de vitaminas - O seu consumo regular ajuda à ingestão de vitaminas A e C, vitaminas do complexo B e em minerais (selénio, cálcio, iodo, fósforo). A vitamina B promove a protecção da pele, da visão e do sistema digestivo, enquanto que o selénio, por exemplo, protege a tiróide, reforça o sistema imunitário e é um importante antioxidante.




- São um aliado dos hipertensos, o segredo está na elevada concentração de potássio, um aliado natural que ajuda a controlar os níveis de tensão arterial. Este nutriente desempenha um papel importante no metabolismo celular e no funcionamento do sistema nervoso e muscular.

- Auxilia o funcionamento dos intestinos - Cerca de 90% da composição dos cogumelos é água, o que explica por que motivo é tão apreciado por todos os que se preocupam com a linha. O seu elevado teor em fibras auxilia o funcionamento do intestino, actua no controle do colesterol e na prevenção das doenças cardiovasculares.

- Quase sem calorias (28kcal em médica para cada 100g) e com pouca gordura, os cogumelos guardam ainda um valor apreciado de proteínas (por exemplo 100g de cogumelos comestíveis frescos correspondem a cerca de 5g de proteínas).



Atenção
- Se optar por fritá-los, lembre-se que as calorias também aumentam! Pense em soluções criativas e saborosas tal como um arroz de cogumelos, massa com cogumelos ou milho, em saladas ou na sopa.

- Se gosta de os apanhar, é preciso grande cuidado e profundo conhecimento das espécies comestíveis, pois alguns são altamente venenosos ou tóxicos. A colheita deve ser feita com auxílio de uma faca. Deve cortar-se o cogumelo de forma a deixar na terra o micélio, pois este irá dar origem novamente a outro cogumelo no ano seguinte.


Nunca devemos esquecer que para fazer alimentação saudável é importante que esta seja variada, com a ingestão regular de fruta, verduras, leguminosas, peixe, carnes brancas e lacticínios. A água também não deve faltar, muito menos o exercício físico, um aliado indispensável para queimar as calorias que ingere e aumentar a sua massa muscular.



Todos os cogumelos mesmo os não comestíveis e até os venenosos, têm funções ecológicas benéficas para a floresta, assim como para o ambiente, por isso não devem ser destruidos. Sendo os cogumelos um fungo, eles são componentes importantes do ecossistema, representando um papel de equilíbrio dos espaços florestais.


Fontes: www.cientic.com; artigo da Nutricionista Dra. Alexandra Bento; http://www.drapc.min-agricultura.pt/base/documentos/boas_praticas_cogumelos.pdf; http://www.quercus.pt/; outros.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo