segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Amor-Perfeito uma flor delicada





Amor-Perfeito representa a recordação, a reflexão, o pensamento






Dedicado a deusa Minerva, o Amor-Perfeito é o símbolo da glorificação do trabalho mas também está associado ao amor romântico, duradouro, amor para toda a vida.


Apenas no século XIX começaram a surgir em jardins as primeiras espécies.

Foi na década de 1820, que 2 jardineiros amadores ingleses se dedicaram ao melhoramento desta planta. A selecção foi feita no sentido de conseguir formas cada vez maiores e melhores. Alguns anos mais tarde já se encontravam identificadas cerca de 400 variedades.

Uma das características mais apaixonantes desta flor é a possibilidade de visitar o arco-íris: violeta, azul, lavanda, amarelo, pêssego, laranja, rosa, vermelho, e o preto (um púrpura muito escuro) e alguns bicolores e em degrade podem ser encontrados.

Existem dois grupos: aqueles mais tradicionais com “face” (aquela mancha escura no centro), ou os de cor pura.




Variedades de flor pequena, média e grande e também algumas de flores com as bordas crespas. Poucas outras flores chegam a tanta diversidade.




De origem europeia e asiática, o amor-perfeito é também conhecido por viola tricolor. É uma planta herbácea que mede entre 15 e 30 centímetros de altura com flores solitárias arredondadas, que podem ter até 15 centímetros diâmetro.



As suas cores são imensas o que provoca um belíssimo efeito visual.


Do branco ao violeta, passando pelo amarelo, roxo e alaranjado, são um verdadeiro prazer para a vista tanto em jardins como nos interiores das casas.




A sua época de floração é de Abril a Junho ou Julho, mas algumas espécies florescem no Outono e muitas espécies sobrevivem durante o Inverno.





Plantação: Precisam de um solo fértil, rico em húmus e com boa drenagem.




Rega: Regular, não encharcar o terreno, regando sempre que o solo ficar levemente seco.




Adubação: Durante o início do crescimento e floração.




Sementeira : Março-Abril ou entre Maio-Setembro




Transplantação: Março-Junho ou Outubro-Novembro.





Luz: O local ideal é em pleno sol. Em regiões mais quentes a meia-sombra é o ideal, protegido do sol forte.




São flores que, pela sua resistência e lindo colorido, são colocadas em entradas de muitas cidades e vilas. Dificilmente conseguimos passar por um canteiro destas lindas flores e não as contemplar.

Fontes e Fotos:"Mundodeflores”, “Wikipedia”, PlantasdeInterior”, “JardimdeFlores”, Flickr, outros e pessoais.


"Ilumine sua vida com a delicadeza das flores"

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo