sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Cisnes


A história da Vida na Terra é uma história de extinções, estas extinções naturais ocorrem, no entanto, ao longo de períodos relativamente longos, permitindo a evolução de novas formas de vida. Muitos animais evoluíram e depois extinguiram-se e o seu lugar na natureza é então ocupado por outro grupo de animais. Isto não é o que acontece na actualidade, com a ajuda do Homem!



Penso que é importante ir sempre “passando” a mensagem da importância de preservarmos a Natureza, a vida selvagem, o ambiente, “O nosso magnifico Planeta”.


Hoje vamos conhecer um pouco melhor: Os Cisnes


Foto:cisne_services.flikie.com

Classe: Aves
Ordem: Anseriformes
Família: Anatidea
Género: Cygnus


Os cisnes são aves lindas e elegantes que sempre me encantaram.


Foto: Foto: 1ms.net


A palavra "Cisne" é oriunda do grego kyknos, através do latim cycnu, do latim vulgar cicinu, do francês antigo cisne e do francês moderno cygne.


Foto: Foto: 1ms.net


A sua distribuição geográfica é diversificada, sendo os cisnes do hemisfério norte brancos, enquanto que os do hemisfério sul apresentam plumagem por vezes colorida. São caracterizados pelo longo pescoço e por patas curtas.


Foto: Wikipedia_Arpingstone

Os cisnes formam casais monogâmicos e constroem ninhos onde chocam entre 3 a 8 ovos.


Foto: Foto: 1ms.net

Foto: Picasa_Robot


Se a nidificação falha, é comum os membros do casal procurarem outro parceiro.


Foto: 1ms.net

ESPÉCIES:

Cisne-negro (Cygnus atratus)
É a ave oficial do estado da Austrália Ocidental. Podem-se encontrar em todos os estados da Austrália. O animal adulto pode pesar até 9 kg. Ao contrário de muitas outras aves aquáticas, os cisnes negros não têm hábitos migratórios.


Foto: 1ms.net


Passam a sua vida no local onde nasceram. Nidificam em grandes aterros que constroem, no meio de lagos poucos profundos. Os ninhos são utilizados de ano para ano, reparando-se e reconstruindo-se quando necessário. O ninho está tanto ao cuidado do macho quanto ao cuidado da fêmea. Quando as crias já estão aptas para nadar, com a sua plumagem definitiva, é comum ver famílias inteiras em busca de alimento nos lagos.

Foto: Wikipedia_ Looking Glass

Cisne-branco (Cygnus olor)
É uma espécie de cisne nativa da Eurásia. É uma ave não migratória, mas foi introduzida na América do Norte e noutras regiões como animal ornamental de jardins.


Foto: 1ms.net


Quando adultos, o cisne-branco tem em média entre 125 a 170 cm de altura, com uma longa extensão de asas que variam de 200 a 240 cm. O macho tem um peso médio de cerca de 12 kg e as fêmeas mais de 8 kg.


Foto: Wikipedia_Sanchezn


Aves jovem, chamada cygnets, não são brancos e brilhantes como os adultos, bem como a seu bico é preto, e não laranja.

Foto: king-animal.blogspot


Cisne-de-pescoço-negro (Cygnus melanocoryphus)
O cisne-de-pescoço-preto pode figurar na lista das preciosidades ornitológicas. Distribuído pelo sul do Brasil e Chile, é também encontrado no Uruguai, Paraguai, Argentina, Terra do Fogo e Ilhas Malvinas. Sendo um pouco menor que seus parentes do hemisfério norte, o cisne-de-pescoço-preto atinge 1 m de comprimento; é todo branco, com exceção da cabeça e do pescoço, que são pretos. É uma ave gregária e de hábitos sedentários. Vive perto das lagoas e, particularmente, próximo ao mar, alimentando-se de plantas aquáticas. É excessivamente arisco e, quando pressente o perigo, levanta vôo com grande alarido.


Foto: Wikipedia_Jeffdelonge

Os ninhos são normalmente construídos perto da água, em vegetação grossa. Utilizam muitos paus e palhas para cobrirem os ovos. A fêmea põe entre três a seis ovos que eclodem após 36 dias de incubação. São muito bons pais. Por vezes avista-se os filhotes passeando em cima das costas dos pais.


Foto: http://www.chileanfarmholidays.com/lagunatorca.html


Cisne-trombeteiro (Cygnus buccinator)
É a maior ave natural da América do Norte, com os machos medindo entre 145 a 163 centímetros de comprimento e pesando 11,8 kg e fêmeas entre 139 e 150 centímetros e pesando cerca de 10 kg. A envergadura, nos machos, pode chegar próximo dos 3 metros de comprimento.


Foto: http://www.lrwc.net/conservation.html


A plumagem é uniformemente branca, o bico é negro marcado por uma coloração rosada na linha da boca, e as patas são curtas e pretas. Os juvenis são acinzentados e sua plumagem torna-se branca após um ano.


Foto: Wikipedia_ Ltshears


Cisne-pequeno ou cisnes-da-tundra (Cygnus columbianus bewickii)
É uma ave que nidifica no Ártico, mas que migram para longas distâncias a fim de passarem o inverno na Europa, China, Japão e Estados Unidos. As crias acompanham os pais nessa migração com apenas 3 meses de idade.


Foto:Wikipedia_ Adrian Pingstone

Cisne-bravo (Cygnus cygnus)
É um cisne nativo do hemisfério norte. É o animal nacional da Finlândia e aparece nas moedas finlandesas de 1 euro. O cisne-bravo é idêntico em aparência ao cisne-de-bewick. Contudo, é maior, o seu comprimento é de 140 a 160 cm, suas asas de 205 a 235 cm e um peso que alcança 8 a 15 kg.


Foto: Wikipedia_ Pascal Aleixandre


Fontes e Fotos:  Wikipedia; services.flikie.com; http://king-animal.blogspot.pt/; http://www.chileanfarmholidays.com/; Picasa; 1ms.net; http://www.lrwc.net/conservation.html;


Foto: Picasa_Poppy

“A Terra provê o suficiente para as necessidades de todos os homens, mas não para a voracidade de todos.” (Mahatma Gandi) 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo