segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Peónias




As peónias são plantas com grandes e belissimas flores perfumadas que encantam um jardim.




São originárias da Ásia, Sul da Europa e Oeste da América do Norte , sendo hoje cultivadas em todo o mundo.




O gênero Peónia comprende dezenas de espécies, de plantas herbáceas e arbustos.




Existem também diversas variedades resultantes de hibridizações e seleções de peónias, principalmente na China, onde ela é uma importante planta ornamental, sendo considerada, inclusive, como símbolo nacional.






As espécies que se encontram nos viveiros não são espécies botânicas, mas os híbridos e cultivares, obtidos a partir da intersecção de determinadas espécies de floração peónias são geralmente divididos em dois grupos principais: as peónias árvore e peónias herbáceas.





A partir destes grupos de grandes através de sucessivos cruzamentos e híbridos dessas variedades foram obtidas interseccional, graças ao Sr. híbridos Toichi Itoh, estes peónias combinar as características de peónias de árvores e plantas herbáceas.




São plantas perenes, possuem uma folhagem verde escura recortada, bonita e abundante.





O caule das flores pode exceder um metro de comprimento.




As suas flores são exuberantes e de cores e formas variadas.




Quando as flores são muito grandes o caule pode ter tendência para dobrar, para ajudar a planta e proteger as flores pode colocar-se um tutor no centro do aglomerado de folhas onde se encontram as flores maiores e mais pesadas.




Periodicamente deve-se retirar as flores desbotadas e murchas. A peónia é uma flor que pode ser cultivada quer em vasos quer em jardins.





Pode ser plantada individualmente ou formando conjuntos de várias cores, dando assim cor, graça e alegria ao local onde se encontram.




A peónia pode crescer muito por isso, precisa de espaço para se espalhar.




Ao contrário das peónias herbáceas,as peónias árvore têm troncos de madeira, bem ramificados, que podem chegar a 150-200 cm de altura, estas peónias perdem as suas folhas no inverno, deixando o caule nu.




Solo: O solo deve ser fértil e húmido, com boa drenagem, ao qual se deve adicionar composto antes de plantar. As suas raízes não podem ser plantadas a mais de 2 cm de profundidade.





Luz: Preferem sol directo, embora também se possam desenvolver em sombra parcial. Gostam de crescer ao abrigo dos ventos frios e secos.





A situação ideal para o seu bom desenvolvimento consiste em estar numa posição intermediaria entre a sombra e o sol, procurando mais exposição ao sol em climas mais frios e menos exposição ao sol em climas quentes. Se colocadas em locais com sombra ou muito escuro, tendem a não dar flores.






Rega: Deve ser irrigada, no mínimo, duas vezes por semana em condições de muito calor, de forma a evitar que a terra fique seca.




Podar: as hastes das peónias arbustivas que deram flor no ano anterior e os ramos velhos devem ser podados para fomentar a emissão de novos lançamentos.




Extremamente atraentes, elas são verdadeiras obras primas da natureza.

Fontes e Fotos: Wikipedia; http://flores.culturamix.com/; http://plantasonya.blogspot.pt/; http://www.jardineiro.net/; http://davesgarden.com/; http://www.thegracefulgardener.com/; http://flowerpics.net/; outros


Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo