sábado, 8 de setembro de 2018

Gérberas





Linda e colorida a Gérbera é uma flor que entra quase sempre nos arranjos florais.






É nativa da África do Sul, sendo natural em países da América do Sul, Ásia, África e Madagascar. Pertence à família das Asteraceae (ou Compostas), a mesma do girassol e das margaridas.






O seu nome é uma homenagem ao médico e naturalista alemão Traug Gerber, feita em 1737, pelo naturalista holandês Jan Frederik Gronovius.







Gérbera é um género de plantas herbáceas ornamentais pertencente à família das Asteraceae (ou Compostas), a mesma do girassol e das margaridas. Este género inclui cerca de 30 espécies de plantas herbáceas perenes da família das Compostas.







Possui um caule longo e reto, o capítulo, que aparenta ser uma única flor, mas é na realidade composto (daí o nome ainda utilizado para a família) por centenas de flores individuais, cuja morfologia varia de acordo com a sua posição no conjunto. Pode ter mais de 30 variações de cor, que vão desde o vermelho até o branco podendo contar com mistura de cores.






Não é muito exigente, gostam de exposição solar direta, a abundância de luz ajudará a planta a florir melhor. Solo fértil, rico em matéria orgânica e bem drenável. Regas regulares.





Pode ser cultivada, em floreiras, vasos, jardins ou canteiros. De cores vivas e vibrantes, elas embelezam qualquer tipo de ambiente, sendo muito utilizadas em decorações de festas, salas de eventos e outros espaços públicos ou privados.




Texto explicativo: wikipedia
Fotos:Pessoais 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo