domingo, 4 de março de 2018

Curiosidades - A maior Flor e a maior Inflorescência do Mundo


A MAIOR INFLORESCÊNCIA do Mundo
A maior inflorescência do Mundo é a Titan Arum (Amorphophallus titanum) que pode chegar a 6 metros de altura, com média de 1,35 metro de diâmetro. Trata-se de facto, não de uma flor, mas de uma inflorescência (Grupo de duas ou mais flores numa mesma haste ou pedúnculo).


Ela só floresce duas ou três vezes durante seus 40 anos de vida e cheira mal para atrair moscas e besouros, responsáveis pela polinização da flor. A estratégia usada para fazer o cheiro ficar ainda mais forte e atrair mais insetos é interessante: a planta aquece-se e a sua temperatura interna chega a 36 graus.


Para tanto, ela consome grande parte da energia que possui armazenada. Isso explica porque ela floresce tão poucas vezes e porque os cientistas precisam de máscaras para chegar perto da Titan Arum quando ela está aberta - com todo este calor, o fedor é insuportável. Há cerca de 70 espécimes de A. titanum em cultivo no mundo.


Descoberta pelo botânico italiano Odoardo Beccari, em 1879, a Titan Arum é originária das florestas tropicais de Sumatra, uma ilha da Indonésia, no Oceano Índico.
Na Alemanha no Jardim Botânico da Universidade de Bonn, floresceu uma Amorphophallus titanum que atingiu 2,74 metros de altura e cerca de 75 quilos, superou todos os outros florescimentos cultivados já realizados.






A MAIOR FLOR do Mundo
A maior flor do mundo é a Rafflesia Arnoldii popularmente conhecida como flor-monstro. O apelido é bem apropriado: nas florestas da ilha de Sumatra, na Indonésia, já foram encontrados exemplares de até 1 metro de diâmetro, pesando 11 quilos!


Esta gigantesca flor é um parasita que sobrevive retirando nutrientes das raízes de uma árvore chamada Tetrastigma. "A Rafflesia é totalmente ajustada para essa função: não faz fotossíntese, não tem folhas, caule ou raiz. 
O corpo da planta é composto apenas por uma rede de pequenos vasos conectados à planta hospedeira", diz o botânico Philip Griffiths, do Jardim Botânico Real de Kew, na Inglaterra. A flor enorme, que pode demorar até um ano para desabrochar, é essencial para a propagação dessa espécie. "As grandes pétalas possuem muito mais osmóforos, células produtoras de perfume para atrair as moscas que polinizam a flor.


Texto: Wikipedia
Fotos: Net

1 comentário:

  1. A natureza é extraordinária.
    Gostei do seu blogue, irei passar mais vezes por aqui
    Sara

    ResponderEliminar

Topo