domingo, 18 de março de 2018

Escova-de-garrafas (Callistemon)




As suas flores lembram uma escova de lavar garrafas daí o seu nome comum. São endémicas da Austrália, mas amplamente cultivada em muitas outras regiões e naturalizado em locais dispersos. Foram cultivados na Europa desde a espécime Callistemon citrinus introduzida para o Kew Gardens em Londres por Joseph Banks em 1789.




São plantas perenes, pertencem à família Myrtaceae, um género que possui 34 espécies catalogadas. As escovas-de-garrafa apresentam-se com um porte arbustivo ou de arvoreta. Têm um crescimento relativamente lento. Algumas espécies poderão atingir alturas de 4 metros. As suas folhas são em geral pequenas de tama, que vão se tornando bronzeadas com o tempo.




A cor varia consoante as espécies; a maioria é vermelha, mas algumas espeécies são amarelo, verde, laranja ou branco. As suas flores têm um formato cilíndrico com numerosos estames.



Devem ser cultivadas sob sol pleno, não sendo exigentes quanto à fertilidade do solo. No paisagismo, pela sua exótica beleza podem ser utilizadas como árvores isoladas, como formação de cercas-vivas ou em vasos.




Texto explicativo: wikipedia
Fotos: Pessoais

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo