domingo, 4 de março de 2018

Rosa - Uma flor Fascinante

As Rosas são consideradas rainhas entre todas as flores. Elas conservam um perfume agradável, podem ter diversas cores, tonalidades e formatos, desde vermelhas, brancas, amarelas ou rosas, são magníficas e sedutoras.


O nome vem do latim rosa e do grego rhodon , de origem asiática, elas estão entre as flores cultivadas, mais antigas do mundo. Há pelo menos 4 mil anos antes de Cristo, os assírios, babilónios, egípcios e gregos já usavam esta flor como elemento decorativo e para cuidar do corpo e em banhos de imersão.


Anacreonte, o fabuloso poeta grego, deixou escrito que quando o mar criou Vénus, a terra, invejosa, mostrou que também podia criar a perfeição de beleza, produzindo a rosa. Quando os deuses viram a flor, prestaram homenagem à sua perfeição dotando-a do aroma do néctar. Então a rosa passou a ter aroma semelhante à sua beleza.


No Egipto, Cleópatra atapetou o hall de seu palácio com 18 polegadas de rosas para receber o grande general romano Marco António. Nas festas romanas, os participantes coroavam suas cabeças com rosas. Durante o império romano foi criado um feriado – Rosália – em honra da flor.


Existem milhares variedades de rosas conhecidas. Uma das figuras históricas que impulsiona a popularidade da rosa nos tempos modernos é a Imperatriz Josefina, apaixonada pelas rosas. No seu jardim, no “Chateau de Malmaison”, possuía uma das maiores colecções da Europa que, aliás, não parou de crescer até a sua morte em 1814. Foi igualmente em França que, em 1816, surge a primeira rosa Hibrida Perpetua – a “Rose du Roi” – produzida nos jardins reais de Sèvres, em Paris.

Rosa Rosas - amizade, carinho, gratidão, agradecimento

Ao todo, 126 espécies originais silvestres resultaram, com o passar dos séculos e a intervenção da civilização, em mais de 30000 híbridos, agora espalhados por todo mundo, , surgindo todos os dias novos cruzamentos e melhoramentos.


Uma mutação curiosa provocada em laboratório são as rosas verdes. Este tipo de rosas somente floresce em estufa e é cultivado em poucos países com alta tecnologia, por isso têm custo alto de importação.
São utilizadas em buquês de noivas e arranjos de festas, pois não se adaptam bem a jardins. A sua tonalidade desde verde claro ao verde musgo chama a atenção, são exóticas e não menos bonitas que as outras tonalidades. Esta cor de rosas simboliza esperança, juventude e equilíbrio.




As rosas podem ser classificadas como silvestres, contemporâneas de jardim ou antigas de jardim. Podem ser de porte arbustivo, trepadeiras, de corte, de flores agrupadas, miniaturas, de flores grandes, etc


O cultivo de rosas é considerado uma arte, além de ser muito agradável à alma. As rosas enaltecem o jardim ou o ambiente dando ar de requinte e delicadeza.

Rosa Vermelha - amor, paixão

Onde plantar
De preferência, num local ensolarado e bem arejado. Para florescer bem e praticamente o ano todo, a roseira precisa de sol pleno, ou seja, pelo menos de 6 a 7 horas diárias de luz solar directa. Recomenda-se um local arejado, para evitar a o surgimento de fungos nas folhas e flores, especialmente em regiões chuvosas.

Solo:
As roseiras podem desenvolver-se bem em qualquer tipo de solo, mas é preferível garantir uma terra mais para argilosa, que tenha boa drenagem. O solo rico em húmus é especialmente benéfico para as rosas. Quanto ao pH, o índice ideal situa-se entre 6,5 e 7 (neutro). Em lojas de produtos para jardinagem, é possível adquirir kits para medir o pH do solo.

Rosa Chá - respeito, admiração

Como plantar
Cerca de uma semana antes de plantar as mudas, cave bem a terra até cerca de 40 cm de profundidade. Para cada m2 de canteiro, incorpore uma mistura de 15 Kg de esterco curtido de gado e 200g de farinha de ossos.

Cortar as hastes a uma altura cerca de 15 cm, acima do enxerto.

Introduzir a planta de forma a não dobrar as raízes, cobrindo-as com a terra preparada pisando-a em redor para evitar as bolhas de ar. O ponto do enxerto devera ficar enterrado a uns 2 cm de profundidade.
Depois de plantadas regar abundantemente (12 a 15 litros de agua), para que a terra fique perfeitamente aconchegada as raízes.

Espaço a deixar entre as mudas quando se planta:
Existem vários tipos ou variedades de roseiras (silvestres, híbridas-de-chá, sempre-floridas, miniaturas, rasteiras, arbustivas, trepadeiras e cercas-vivas) e o espaçamento vai depender da variedade de rosa que estiver sendo plantada. É possível basear-se no seguinte:
• arbustivas: 1 metro entre as mudas
• trepadeiras: de 1 a 2 metros entre as mudas
• cercas-vivas: 50 a 80 cm entre as mudas
• híbridas-de-chá e sempre-floridas: 50 cm entre as mudas
• miniaturas: 20 a 30 cm entre as mudas
• rasteiras: 30 cm entre as mudas

Rosa Amarela - felicidade, amizade

Período ideal para plantar:
Se o plantio for feito com mudas "envasadas" (normalmente vendidas em sacos plásticos), não há restrição para o plantio: pode ser feito em qualquer época do ano, mas os especialistas recomendam evitar os meses mais quentes, sempre que possível. Já para o plantio com mudas chamadas de "raiz nua", o período mais indicado vai da segunda metade do Outono à primeira metade da Primavera.


Rega:
Logo após o plantio das mudas e até a primeira floração, regue moderadamente, mas todos os dias. Depois disso, recomenda-se regar uma vez por semana no Inverno e duas vezes por semana em época de seca.
Uma dica: a terra deve permanecer ligeiramente seca entre uma rega e outra.

Luz: Prefere locais com boa luminosidade. Evitar falta ou excesso de luz.


Temperatura: Cultura mesotérmica. As rosas preferem temperaturas amenas.

Rosa Laranja - fascínio, encanto

Adubação
De preferência, deve-se fazer de 2 a 3 adubações anuais: a primeira logo após a poda anual (entre Julho e Agosto); a segunda entre Novembro e Dezembro e a terceira entre os meses de Janeiro e Fevereiro.

Floração:
As roseiras dão rosas desde a Primavera até Outono.

Rosa Branca - pureza, paz

Quando deve ser feita a poda
A primeira poda deve ser feita cerca de um ano após ter sido plantada e repetida todos os anos. Em termos gerais, a época da poda da roseira será na Primavera. No entanto, se for uma zona muito fria, é aconselhável também podar no Outono, para que elas não sofram danos fortes durante o Inverno.

Transplantação: A melhor altura para proceder ao transplante de roseiras é durante o fim de Inverno ou Início da Primavera.


Multiplicação: Semente, estacas ou por enxertia de garfo ou de borbulha.

Pragas e doenças: Nemátodos, afídeos, ácaros, cochonilha, tripés, podridão.

São as mais presenteadas por simbolizarem os mais belos sentimentos, o amor, amizade, gratidão, respeito, carinho, enfim um mundo de emoções. Para além de decoração as rosas são usadas na produção de cosméticos, remédios e infusões para chás aromáticos.

São sempre um presente de charme independentemente da cor ou tipo, elas agradam a todos os gostos.

Fontes: “Mundodeflores”, “jardimdeflores”; “portalmundodasflores”;PlantasdeInterior”, “Jardicentro - Autor: André M. P. Vasconcelos”
Fotos: Net


"Os homens cultivam cinco mil rosas num mesmo jardim e não encontram o que procuram. E, no entanto, o que eles buscam poderia ser achado numa só rosa." (Antoine de Saint-Exupéry)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Topo